Vereadores de Valparaíso aprovam concessão para instalação de frigorífico

A Câmara de Valparaíso aprovou a concessão da área do antigo abatedouro municipal para a instalação de uma indústria de manipulação de aves. A futura empresa deve realizar investimentos de R$ 1 milhão. Obras de reforma e adaptação do espaço estão previstas para segunda quinzena de fevereiro e o início das operações deve acontecer entre junho e julho deste ano. Devem ser gerados 290 postos de trabalho.

Conforme o empresário João Carlos de Freitas Barbosa, responsável pelo investimento, a implantação da unidade irá obedecer duas etapas. Num primeiro momento, o empreendimento será responsável por manipular aves já abatidas. A instalação do abatedouro deve ocorrer no prazo máximo de cinco anos a serem contados a partir da data de início de operação da indústria. "Vamos realizar o corte e empacotar as aves adequadamente para que a carne possa ser repassada ao mercado consumidor de todo o País por meio do varejo", completou. Nessa etapa de instalação, Barbosa prevê a necessidade de contratação de pelo menos 80 trabalhadores.

As aves serão compradas de abatedouros de diversas regiões, obedecendo a melhor oferta de preço. A opção por se instalar em Valparaíso foi feitas depois que o município demonstrou abertura oferecendo incentivos fiscais e concessão de área. Barbosa comentou que as instalações do antigo abatedouro municipal são antigas e terão de ser adequadas para atender às normas sanitárias. "Por se tratar de uma obra de grande porte foi dividida em duas etapas", reforçou. O abate só deve começar a ser feito a partir do momento em que o ambiente for transformado para essa finalidade.