Denise Neves dos Anjos, de 37, teria sido morta pelo acusado, em Campinas, antes da fuga

Suspeito de matar companheira em Campinas é encontrado morto na região

Peritos precisaram quebrar o vidro do carro e retirar o corpo

José Huilia da Silva, de 46 anos, foi encontrado morto dentro de um veículo na tarde de segunda-feira (3), em uma estrada rural de Coroados. Ele é suspeito de ter matado a facadas a companheira Denise Neves dos Anjos, de 37, em Campinas (a 459 km de Araçatuba), cujo corpo foi encontrado por familiares no mesmo dia.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar recebeu denúncia anônima de que uma pessoa estava morta dentro de um veículo Siena. Chegando ao local, a equipe encontrou Silva caído no banco do passageiro com sangue pelo nariz e boca, bem como documentos e objetos, como um cobertor infantil, pacote de batata frita, celulares, uma agenda com anotações, R$ 395,65 em dinheiro e moedas e uma garrafa de água com uma substância desconhecida.

Peritos estiveram no local e precisaram quebrar o vidro traseiro para destravar o carro e retirar o corpo. O veículo foi apreendido e levado ao pátio de uma empresa que prestar serviços à polícia. O corpo do homem não tinha nenhuma marca de violência aparente, porém, a suspeita é de que ele tenha cometido suicídio.

COMPANHEIRA
Investigadores da Polícia Civil de Coroados entraram em contato com familiares de Silva e foram informados que eles estavam, naquele momento, no 4º Distrito Policial de Campinas registrando uma ocorrência, pois a esposa dele havia sido morta a facadas. O corpo da mulher foi encontrado com as pernas e braços amarrados na casa do casal, que fica na rua José Lins do Rego, no Parque Taquaral.

Familiares disseram que foram avisados por vizinhos que algo estava acontecendo no imóvel, pois Silva havia deixado o filho de nove anos, que tinha com Denise, na casa dos avós em um sítio no domingo (2). A criança, que estava nervosa, contou que o pai estava alterado e falava muito em sangue. Um autônomo de 39 anos foi até a residência e chamou pela vítima, porém, não foi atendido. Na tarde de ontem, ele retornou ao imóvel e conseguiu ter acesso ao interior, encontrando Denise deitada sobre a cama e ferida com golpes de canivete.

RELAÇÃO
Investigadores estiveram no local e souberam que Silva e Denise viviam uma relação conturbada, tendo a mulher registrado ocorrência contra o companheiro na 2ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Campinas este ano por lesão corporal e violência doméstica. A Polícia Civil de Coroados e a Delegacia de Homicídios de Campinas trabalharão juntas para esclarecer se Silva teria matado a companheira.

LINK CURTO: http://tinyurl.com/y7vfslk5