Revoltado, grupo procurou o prefeito Adriano Bonilha para reclamar

Sorteio de casas populares em Brejo Alegre gera reclamação de moradores

Moradores de Brejo Alegre (a 44 km de Araçatuba) foram até a Prefeitura da cidade cobrar explicações sobre o sorteio de casas populares realizado na última quarta-feira (25). Segundo eles, pessoas que não deveriam participar da concorrência acabaram conseguindo vaga.

Conforme a reportagem apurou, os moradores reclamam que pelo menos 30 pessoas teriam utilizados documentos falsos para afirmarem que moram na cidade. Para receberem uma casa, que pertence à CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), do governo do Estado, os interessados precisam residir na cidade ou trabalhar há mais de cinco anos nela.

CHORANDO
Porém, conforme uma moradora procurada pela reportagem, que preferiu não se identificar temendo ser prejudicada, muita gente que mora em cidades vizinhas teria utilizado documentação falsa para conseguir vaga no sorteio. "Foram pessoas que têm casas, sítios e até microempresários que conseguiram entrar nesse sorteio. Muitas famílias saíram chorando, pois pagam aluguel e lutam por uma casa própria e, por falta de uma fiscalização maior, podem perder essa oportunidade", disse.

Indignados, um grupo de moradores foi até a Prefeitura e conversou com representantes do governo, pedindo solução nos problemas. A reportagem procurou o prefeito Adriano Bonilha (PV), mas não conseguiu contato com ele.

PENTE-FINO
Ainda conforme apurado pela reportagem, a CDHU não impede a participação de concorrentes no sorteio. No entanto, após essa etapa, é feito um pente-fino, excluindo pessoas que não preenchem requisitos necessários. Por isso também são sorteados suplentes para cada unidade.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.370824

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook