POR RONALDO RUIZ GALDINO

QUARTA MAIS POPULOSA CIDADE DA REGIÃO DE ARAÇATUBA, ANDRADINA ACABA DE GANHAR UM PRESENTE INDIGESTO NO ANO EM QUE CHEGA AO SEU 80º ANIVERSÁRIO. UMA SÉRIE DE DENÚNCIAS LEVADAS AO SIMESP (SINDICATO DOS MÉDICOS DE SÃO PAULO) REVELA UM GRAU DE PRECARIEDADE NOS SERVIÇOS PRESTADOS NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE.

PACIENTES QUE DEPENDEM DO ATENDIMENTO PÚBLICO NÃO POUPAM CRÍTICA.

A SITUAÇÃO CHEGOU A SÃO PAULO, ONDE DEPUTADOS ESTADUAIS ENCAMINHARAM PEDIDOS DE MELHORIAS NO SETOR AO GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN (PSDB). LEIA A SEGUIR OS PRINCIPAIS PROBLEMAS APONTADOS NA DENÚNCIA E O QUE O PODER PÚBLICO TEM FEITO PARA MELHORAR O ATENDIMENTO.

Andradina sofre com falta de profissionais, remédios e fila de espera

Informações estão em denúncia levada ao Simesp

Deputados pedem ao Estado apoio para amenizar crise na saúde em Andradina

Parlamentares de outras regiões recorrem a Alckmin

Secretário de Saúde de Andradina diz que denúncias não procedem

Não há falta de medicamentos e equipamentos, garante

OPINIÕES DIVIDIDAS
Nas ruas, há quem critique, mas também elogie. Veja o que a população fala sobre a saúde:


Reportagens especiais da Folha




Colunas e coberturas especiais




Siga a Folha da Região