Roni Ferrareze (PV) vai permanecer no cargo durante as investigações de Comissão Processante que investiga possível infração político-administrativa

Roni permanece no cargo durante as investigações

Conseguiu os quatro votos necessários para continuar no posto

O prefeito de Valparaíso, Roni Ferrareze (PV), vai permanecer no cargo durante as investigações de CP (Comissão Processante) que investiga possível infração político-administrativa praticada por ele. Na tarde de ontem, durante sessão extraordinária da Câmara, o chefe do Executivo conseguiu os quatro votos necessários para continuar no posto.

Foram contrários ao afastamento de Roni os vereadores: José Luís dos Santos (PRB), José Carlos Pereira (PT), Marcos Alexandro dos Santos (PRB) e Manoel Messias de Menezes (PV). Já os favoráveis foram: Carlos Alexandre Pereira (PPS), José Aparecido Pistori (PSDB), Claudemir Fernando Pereira (PP), Eurípedes Alvarez, o Gugu (PR), João Pedro (PSC), Rodrigo Carvalho Pinto (PSC) e Kleber Lúcio de Lima (PMDB).
 
A sessão durou cerca de 30 minutos. Apesar de algumas manifestações no Legislativo, não houve tumulto durante a realização da extraordinária. Nesta semana, a CP, com votos do presidente Gugu e do relator Carlos, decidiu dar prosseguimento à denúncia na Câmara. 

Apenas o membro José Carlos foi contrário ao seguimento das investigações, pois entendeu que não havia indícios de infração cabível de punição. Já o presidente e relator não foram convencidos pelos argumentos da defesa do chefe do Executivo. 

Após a decisão da CP, o presidente da comissão deverá iniciar a fase de instrução do processo, determinando atos, diligências e audiências. Quando essa etapa terminar, Roni terá prazo de cinco dias para apresentar suas razões por escrito. Em seguida, a comissão emitirá novo parecer para decidir se o prefeito será cassado ou não e solicitará a convocação de uma sessão de julgamento. 

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.380873

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook