em meio à crise financeira do País e a necessidade de adequar as finanças, Birigui chegou até a reduzir expediente nas repartições

Região tem problemas com gestão fiscal; Birigui é exceção

No território, 40 municípios estão com dificuldades financeiras, aponta Firjan

O cenário das finanças públicas na região de Araçatuba mostra sinais de aperto, principalmente no que diz respeito à dependência de transferências do Estado e da União e em relação a investimentos municipais. 

Dos 41 municípios do território que tiveram as contas analisadas pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), 97,5% apresentaram situação fiscal difícil ou crítica. É o que apontam dados da edição mais recente do IFGF (Índice Firjan de Gestão Fiscal), divulgado na quinta-feira (10), com base em resultados de 2016.

Na região administrativa, 31 cidades tiveram pontuação considerada ruim e nove foram classificadas com conceito D (a avaliação mais baixa do estudo e que indica criticidade). Em todo o território, só Birigui teve resultados que apontam para uma boa gestão fiscal, com índice de 0.6838. As outras cinco maiores cidades da região - Araçatuba (0.5365), Penápolis (0.4649), Andradina (0.5332) e Guararapes (0.4294) - alcançaram índices inferiores a 0,6 e, por isso, foram classificadas como localidades com dificuldades nas finanças públicas.

A lista de cidades com situação fiscal considerada crítica é composta por Itapura (com o índice mais baixo da região), Nova Castilho, Mirandópolis, Murutinga do Sul, Rubiácea, Gabriel Monteiro, Nova Luzitânia, Bento de Abreu e Gastão Vidigal. 

Os fatores levados em conta para o índice são o grau de dependência das prefeituras de recursos estaduais e federais, os gastos com pessoal, se as prefeituras deixaram dinheiro em casa para honrar os restos a pagar acumulados no ano, o total de investimentos em relação à receita corrente e o custo da dívida, ou seja, o comprometimento do orçamento com pagamento de juros e amortizações. 

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.355291

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook