Caminhão utilizado pelos rebelados para tentar fugir do presídio

Presos da penitenciária de Valparaíso fazem rebelião com reféns

Houve tentativa de fuga com caminhão da SAP; VEJA FOTOS E VÍDEO

Cinco detentos da penitenciária de Valparaíso (a 44 km de Araçatuba) fizeram uma rebelião na tarde deste domingo (10), logo após o término do horário de visitas. Quatro funcionários ficaram reféns, ameaçados com "espetos". 

A ação durou menos de uma hora e terminou com todos os rebelados detidos e os reféns liberados. Ninguém ficou ferido. Ainda não se sabe o que motivou rebelião.

 ASSISTA AO VÍDEO - Imagens feitas por familiares na frente da unidade 
Presos fazem rebelião em Valparaíso (SP)

Cinco detentos da penitenciária de Valparaíso (a 44 km de Araçatuba) fizeram uma rebelião na tarde de domingo (10/11/2017), logo após o término do horário de visitas. Quatro funcionários ficaram reféns, ameaçados com "espetos". Veja imagens feitas por familiares, na frente da unidade. Leia mais em http://folha.fr/1.378362.

Publicado por Folha da Regiao em Segunda, 11 de dezembro de 2017

 

Houve tentativa de fuga com um caminhão da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) usado para transporte de alimentos. Com o veículo, os rebelados derrubaram portões e, quando chegaram na portaria, foram contidos por agentes. 

MOBILIZAÇÃO
Mais de 50 PMs de toda a região foram mobilizados logo após a corporação ser informada da rebelião, por volta das 17h. O helicóptero Águia de Araçatuba também participou. 

O GIR (Grupo de Intervenção Rápida), da SAP, responsável pela atuação de segurança dentro da unidade, foi acionado. Uma blitz, com revista em todas as celas, deve ser realizada nesta segunda-feira (11). 

NOTA

Em nota, a SAP informou que a tentativa de fuga ocorreu quando três agentes de segurança penitenciária entraram na quadra de esportes do Pavilhão 4 e foram surpreendidos pelos sentenciados, que os fizeram reféns. 

"Em seguida, os presos foram em direção à revisora (setor entre a portaria e o pavilhão habitacional) com um dos reféns, quando os agentes de escolta e vigilância notaram a movimentação e efetuaram disparos de advertência", explica a assessoria da secretaria. "Os presos tomaram, então, um caminhão que estava no pátio, na área da administração, e derrubaram o primeiro portão da portaria. Porém, não conseguiram derrubar o segundo portão, sendo rendidos pelos agentes." 

Ainda segundo a SAP, os envolvidos na tentativa de fuga foram isolados. "O Grupo de Intervenção Rápida realizou os procedimentos de segurança e hoje, 11, houve a contagem da população carcerária e blitz na unidade. Também foi instaurado Apuração Preliminar para avaliar eventual conduta funcional irregular e Procedimento Apuratório Disciplinar em desfavor dos presos. Ressaltamos que os agentes que foram tomados reféns não sofreram nenhuma lesão e estão recebendo toda assistência."

SINDICATO
O Sifuspesp (Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo) informou que enviou um representante à unidade prisional para oferecer apoio aos funcionários. Segundo a entidade, a Penitenciária de Valparaíso tem capacidade para abrigar 873 detentos, mas possui 2.203 atualmente.

"Devido a esta situação, o Sifuspesp pretende intervir, por meio de ação judicial, a chegada de mais sentenciados. Esse tipo de ação será movida pelo sindicato nas penitenciárias de todo Estado", afirma o sindicato.

O Sifuspesp também fez um apelo para que o governo do Estado inaugure com urgência as cinco penitenciárias da região Oeste de São Paulo, que encontram-se com o cronograma de entrega em atraso. "As novas unidades em Pacaembu, Lavínia, Nova Independência e Caiuá ajudariam a desafogar as demais penitenciárias da região, todas superlotadas", afirma. (Colaborou José Marcos Taveira

LINK CURTO: http://folha.fr/1.378362

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook