Polícia vai investigar mulher suspeita de agredir filho de 2 anos

Menino precisou de atendimento médico

A Polícia Civil de Santópolis do Aguapeí (a 57 km de Araçatuba) vai investigar uma mulher de 30 anos, suspeita de agredir o filho, de 2, na noite de sábado (30). O menino precisou ser encaminhado ao pronto-socorro de Birigui, devido a gravidade dos ferimentos. 

De acordo com a assessoria de imprensa da unidade, ele recebeu alta na segunda-feira (2). A mãe negou o crime. A Polícia Militar foi chamada a comparecer no hospital de Clementina (a 46 km de Araçatuba), onde a vítima tinha dado entrada. 

EMBRIAGADA
Na unidade, a mulher, que estava embriagada, contou que o garoto havia caído da cama, entretanto, o médico, após fazer exames, constatou que as lesões apresentadas seriam em decorrência de agressão.

Devido à situação, a criança foi encaminhada ao PS de Birigui. A mãe dele voltou atrás e disse que um homem de 60 anos é que agrediu a criança quando ela saiu para comprar refrigerante em um bar.

DROGA
Com base nas informações, a polícia foi até a casa do suspeito, que relatou que fazia um churrasco com a mãe da vítima, quando ela pediu para que ele fosse comprar duas pedras de crack.

O homem saiu para comprar o entorpecente e entregou à mulher, que consumiu. Ele disse que, após isso, o menino pediu para dormir e começou a chorar, momento em que a mãe pegou um pedaço de madeira e passou a agredi-lo nas costas, braços e cabeça.

Ela ainda usou um espeto de churrasco para bater no menino. Com os golpes, a vítima caiu no chão do quarto. Os militares encontraram sangue pelo cômodo. A madeira e o espeto foram apreendidos.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.365578

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook