Padrasto é suspeito de abusar de duas crianças em olaria

Um oleiro de 35 anos está sendo investigado pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Penápolis, suspeito de abusar de um menino de 3 anos e de uma menina de 5, em uma olaria. A mãe das vítimas, que seria companheira dele, denunciou o caso na noite de domingo (12). O suspeito fugiu.

A Polícia Militar recebeu denúncia de que algumas pessoas brigavam na olaria. Chegando ao local, conversaram com a mulher, que tinha conhecimento de que o companheiro praticava atos libidinosos com os enteados.

AMEAÇAS DE MORTE
Ela declarou que os moradores da olaria descobriram o caso e, com isso, tentaram agredir o suspeito. A mãe das crianças relatou que não denunciou o caso antes, já que o oleiro os ameaçava de morte. As crianças foram levadas ao pronto-socorro, onde passaram por atendimento médico.

Buscas foram feitas, entretanto, o acusado não foi localizado. O Conselho Tutelar esteve na unidade hospitalar e acompanhará o caso. As vítimas e a mãe foram levadas para a casa de um familiar.