Nalberto Vedovotto é coach, jornalista e escritor em Birigui

Nalberto Vedovotto: O incentivador de lideranças

Com 12 anos de idade, seu pai o deixou na estação de trem, em São Paulo, com duas malas e o endereço do colégio interno ao qual deveria se apresentar. Na época não existiam internet, GPS ou aplicativos de computador. Era a década de 1940. Mas nada intimidou aquela criança, que trazia em seu DNA o instinto da liderança que o caracterizaria durante toda sua vida. Refiro-me ao cidadão biriguinse Eurico Mattos, cuja inteligência o levou ao diploma de engenharia civil, aos 24 anos, na Escola Politécnica da USP, na capital paulista. 

Em 1965, ele voltou para Birigui. Com seu espírito de independência, aos 33 anos de idade, fundou a construtora Birigui, cuja primeira obra foi a cadeia de Bilac. Após quatro anos, associou-se a Pedro Marin Berbel e a empresa passou a se chamar Belma. Não pretendo ressaltar aqui as qualidades do empresário, já que a história registra todas as suas realizações, mas contribuir para deixar para a posteridade a marca do cidadão cônscio de seu dever para com a comunidade que escolheu para viver.

Num tempo em que a política local era disputada implacavelmente por dois grupos que se digladiavam, tal como o atual PT x PSDB, para conservarem-se no poder, Eurico liderava pessoas do bem na busca pela qualidade de vida ideal a todos os cidadãos. Lembro-me muito bem, como se fosse hoje, de sua combatividade em querer que a cidade tivesse modernos mecanismos de gestão implantados, para que cada morador pudesse se orgulhar de viver numa localidade onde a política estivesse a seu serviço e não o contrário.

Num mundo em que sempre imperou o egoísmo, a prepotência, Eurico Mattos sempre se destacou pelo desapego pessoal a qualquer cargo. E, ao perceber o surgimento de lideranças jovens, sem vícios ou ranços, até investia financeiramente na caminhada política daqueles que se dispunham ao sacrifício de uma eleição para a conquista de um cargo público.

Seu embate verbal era duro, mas sempre colocava o amor à cidade em primeiro plano. A maior prova de seu desapego foi dada em um período da história de Birigui em que todas as forças — empresariais, comunitárias e populares — poderiam garantir-lhe o cargo de prefeito com grande margem de votos à frente de qualquer concorrente. Demonstrando, mais uma vez, sua priorização do coletivo, não concorreu. O eleito naquela ocasião foi Florival Cervelati.

Ao pesquisar em quase todas as instituições de Birigui, encontramos nos seus anais a presença desse herói anônimo: foi um dos presidentes do Birigui Pérola Clube, num dos momentos mais importantes, de sua criação e construção; membro efetivo do Rotary Club; presidente do Condei, em cujo mandato foi inaugurado o primeiro distrito industrial; empresário fundador de uma das mais importantes indústrias do setor metalúrgico, a Biferco, que levou o nome da cidade para inúmeros países; membro do conselho diretor da Santa Casa e, durante nove anos, colaborador da Apae e Recanto do Vovô.

Apaixonado por futebol, presidiu o Bandeirante na década de 1980, numa fase difícil, tirando-o praticamente do ostracismo e o levando a integrar categorias importantes do futebol paulista. Grande incentivador da cultura, durante muitos anos dirigiu o jornal Diário de Birigui, que circulava diariamente. Aos 85 anos, como tantos combatentes do bem, segue praticamente esquecido pelas lideranças políticas "profissionais" de hoje, mas sente orgulho quando encontra cidadãos do seu tempo de juventude, que o agradecem pelo exemplo de atuação.

Está aí, meu querido jovem, que às vezes fica o dia todo fazendo não sei o que, no tal do WhatsApp, um exemplo que você deve copiar e em que deve inspirar-se. Não só Birigui, mas o país todo, carece de homens como Eurico Mattos, que pagaram um preço muito alto pela sinceridade de propósitos, mas deixam para sempre seu nome escrito na vida de uma comunidade. Pelo que construiu, pode ser chamado de mestre por aqueles que tiveram o privilégio de participar dos seus acalorados debates.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.382007

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook