Município de 62 mil habitantes tinha frota de quase 49 mil veículos em novembro do ano passado

Municipalização do trânsito em Penápolis é autorizada pelo Cetran

O Cetran (Conselho Estadual de Trânsito) do Estado de São Paulo certificou Penápolis como apto para a integração ao Sistema Nacional de Trânsito. Essa é uma das etapas finais para que haja a municipalização. O certificado foi entregue no último dia 29, em um evento no Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), na capital paulista.

O certificado atesta que a Prefeitura atendeu todas as exigências do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e do Cetran para a municipalização do trânsito. O secretário municipal de Trânsito, Mauro Olympio dos Anjos, disse que a última fase da municipalização será a autorização do Denatran. "O governo estadual envia toda a documentação necessária ao órgão. Esperamos que a liberação ocorra em 30 dias e, desta forma, poderemos dar início a efetivação da municipalização", explicou.

Após a autorização do Denatran, serão efetivados contrato com a Polícia Militar para a execução da atividade delegada, parceria com o Detran para atividades educativas, além de uma estrutura de pessoal e equipamentos para a interligação ao Sistema Nacional de Trânsito e ao Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo).

A municipalização é necessária para organizar melhor o trânsito de Penápolis. Dados do Denatran mostram que Penápolis, que possui mais de 62 mil habitantes, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), até novembro do ano passado, tinha uma frota de 48.911 veículos. Deste total, 23.219 eram automóveis, 11.729 motocicletas, 4.929 motonetas, além de micro-ônibus, caminhões, ciclomotores, entre outros.

PROGRAMA
Durante a entrega do certificado em São Paulo, representantes do Executivo foram informados detalhes do Programa "Vida, dê Preferência", realizado pelo governo estadual. Penápolis será contemplada com recursos de R$ 387 mil, que serão investidos em melhorias para a redução das vítimas de acidentes de trânsito.

Em dezembro de 2017, o prefeito Célio de Oliveira (PSDB) assinou um protocolo de participação no programa. No encontro, foram destacados os critérios para a aplicação dos recursos.

"A verba poderá ser aplicada em diversas ações relacionadas ao trânsito urbano, como a sinalização vertical (placas) e horizontal (pintura de solo), educação de trânsito, instalação de radares e semáforos, implantação de lombofaixas e também na recuperação de vias da cidade", destacou. Neste mês, a Prefeitura apresentará um projeto técnico para que o convênio para a liberação dos valores seja assinado em março.

MOTOS
Também durante o evento, foi confirmada a doação de dez motocicletas, modelo Kasinski/Comet 150, fabricadas em 2011, acompanhadas por chaves e documentação, para a utilização em diversos setores municipais. Os veículos foram doados pelo Detran e a previsão é que sejam entregues nos próximos dias.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.387656

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook