Um grupo de moradores ocupou a instalação da companhia férrea com seus poucos pertences

Moradores de rua ocupam antiga estação ferroviária de Penápolis

Há algum tempo, a mendicância em Penápolis tem causado problema, incômodo e constrangimento para comerciantes e população. Moradores de rua voltaram a ocupar a antiga estação ferroviária e a praça da Vila Aparecida, o que vem incomodando comerciantes próximos. Eles comem, bebem, dormem e fazem suas necessidades, bem como guardam os poucos bens que possuem, como colchões, cobertas, panos, sofá, panelas e algumas roupas nestes espaços.

O problema, inclusive, já foi relatado pela Folha da Região em dezembro de 2014. Na manhã do dia 29, a equipe esteve na antiga estação para conferir a situação. Parte do local está ocupada pelos objetos de três moradores de rua, que residem há meses e que não quiseram falar com a reportagem. O espaço em que os moradores ocupam ainda é usado para o ponto de comércio e uso de drogas, além de o mato cobrir parte da linha férrea.

INCÔMODO
Um comerciante — que pediu para não se identificar — disse que a situação tem causado incômodo. “Antes havia um casal que era simpático e sempre que eu podia, os ajudava. Porém, os que estão agora morando na estação causam problema quando bebem e incomodam os clientes dos comércios ao redor pedindo dinheiro e, quando não se dá, eles saem bravos e xingam”, disse.

PREFEITURA
A Prefeitura de Penápolis informou, em nota enviada pela assessoria de imprensa, que por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania realiza o atendimento de moradores de rua, encaminhando-os para tratamento ou abrigo.