Justiça condena secretário e ex-prefeito por coação

A Justiça condenou o ex-prefeito de Castilho Antônio Carlos Ribeiro (PTB) e o atual secretário de Agricultura e Abastecimento e ex-vereador Carlos Roberto de Oliveira, o Carlinhos da Algodoeira, por improbidade administrativa por terem coagido servidores municipais comissionados a apoiarem a candidatura deles a prefeito e vice, respectivamente, nas eleições de 2012. Naquele pleito, que foi vencido pelo ex-chefe do Executivo Joni Buzachero (PSDB), a dupla ficou em último lugar. Os réus podem recorrer.

A decisão determinou aos acusados as penas de ressarcimento integral do dano causado ao erário com o pagamento de indenizações de ações trabalhistas, suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, multa civil equivalente ao dano, cujo valor será apurado na fase de cumprimento da sentença; e proibição de contratar com o poder público por um período de cinco anos.

Segundo denúncia do Ministério Público, os então candidatos abusaram de seu poder de autoridade ordenando os funcionários públicos municipais a adesivarem seus carros com o logo de suas campanhas. No entanto, 13 pessoas que exerciam funções de diretores e coordenadores do Departamento de Educação se recusaram a fazer o que foi determinado por diversos motivos, como convicções políticas, religiosas e outras que lhes eram íntimas.

NÃO PARTICIPOU
Carlinhos afirmou que vai apresentar recurso. Ele disse que não fez parte da administração do ex-prefeito e que, por isso, não tinha poder de decisão. “Eu era apenas o candidato a vice”, assinalou o secretário. A reportagem não conseguiu falar com Ribeiro até o fechamento desta edição.

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.376683

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook