Juíza manda professor apagar postagens contra prefeito

A Justiça de Andradina determinou que um professor retire imediatamente da página pessoal do Facebook dele, toda e qualquer publicação ofensiva que faça alusão ao prefeito de Murutinga do Sul, Gilson Pimentel (PSDB).

A decisão é da juíza da 3ª Vara do Fórum de Andradina, Fernanda Oliveira Silva, que estipulou multa de R$ 1 mil por publicação que não for apagada ou por novas que venham a ser postadas.

A decisão liminar (provisória) é referente a uma ação de indenização por danos morais movida pela defesa do prefeito contra o professor. Nela, que foi apresentada no início de abril, consta que Pimentel tomou conhecimento no mês anterior, que o réu estaria usando a rede social Facebook para denegrir a imagem dele sistematicamente.

OPINIÕES
O chefe do Executivo argumenta que por ser pessoa pública, do meio político, aceita com normalidade opiniões políticas contrárias às dele. Porém, cita que as publicações feitas pelo professor extrapolam a esfera política e atacam a vida privada, trazendo grande constrangimento e abalo moral

A reportagem não conseguiu falar com o prefeito de Murutinga do Sul, mas o advogado dele, Bruno Henrique Dourado, está confiante que a decisão liminar será mantida. O professor não tem advogado constituído e não foi encontrado para comentar a decisão.