Homem morre após bater moto em cavalo em vicinal

O operário Marcos Loureiro da Rocha, 31 anos, morador em Avanhandava, morreu após se envolver em um acidente, na noite de segunda-feira (14), na estrada vicinal Armando Viana Egreja, em Penápolis. A mulher dele, de 24 anos, que não teve o nome divulgado e seguia como passageira, contou à polícia que o companheiro teria batido a moto em um cavalo, que não foi localizado. Ela estava na garupa e sofreu ferimentos leves.

De acordo com a Polícia Militar, Rocha seguia em uma moto Honda Fan 150 cinza, ano 2010, no sentido Penápolis-Avanhandava. No primeiro quilômetro da vicinal, próximo à ponte que passa sobre o ribeirão Lajeado, ele não teria conseguido desviar e batido o veículo no animal, que andaria na pista no momento.

DESMAIO
Com o impacto da batida, Rocha e a esposa caíram, fazendo com que a jovem perdesse a consciência. Ela e o operário foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados ao pronto-socorro municipal, onde Rocha deu entrada já sem vida.

A companheira dele recebeu atendimento médico e permaneceu internada em observação durante a noite, sendo liberada na manhã desta terça-feira (15). O veículo ficou apreendido para ser periciado.

Após o acidente, a polícia recebeu uma denúncia de que o cavalo pertenceria a um morador do bairro Rosa Alberton. Os PMs foram até o bairro, mas o proprietário do animal não foi localizado. Caso seja identificado, ele deverá responder pela contravenção penal de omissão de cautela na guarda ou condução de animais.

O corpo de Rocha passou por necropsia no IML (Instituto Médico Legal) da cidade e foi liberado aos familiares para o velório no início da madrugada. Ele seria enterrado às 17h30, no cemitério municipal de Promissão.