Silva e a irmã Renata já em Andradina, onde chegou neste Domingo de Páscoa

Folha ajuda a reencontrar homem desaparecido desde fevereiro

Reportagem fez com que família fosse localizada

"Um presente de Páscoa! Meu irmão voltou com ajuda de Deus, que enviou seus anjos para salvá-lo. Hoje ele 'ressuscita' em nossa família". Essas foram as palavras de gratidão, na manhã deste domingo (16), quando Renata Francisca da Silva Zacarias, 34 anos, reencontrou, no terminal rodoviário de Andradina, seu irmão José Wagner Marques da Silva, 26, desaparecido desde o dia 22 de fevereiro. Ele perdeu os documentos e o celular ao viajar de Alagoas para São Paulo. O reencontro foi possível graças a reportagem da Folha da Região, publicada em seu site no último dia 3. 

O drama vivido por Silva começou quando ele chegou à capital paulista após três dias de viagem, e perdeu seus pertences no Terminal Rodoviário Tietê. Ele visitaria sua irmã, em Andradina (a 112 km de Araçatuba), e depois seguiria para Três Lagoas (MS) para ver as filhas, de 2 a 5 anos, que vivem com a mãe. 

Com o restante do dinheiro que sobrou, Silva afirma embarcou em um trem e conseguiu ir até Jundiaí. Lá, encontrou um homem que vaga pelas estradas e o seguiu. Eles caminharam por nove horas (40 quilômetros) até chegarem em Campinas.

MORADOR DE RUA
Silva passou viver nas ruas e a se abrigar durante a noite em um autoposto. Os dias se passaram, a barba e o cabelo foram crescendo. Na última Sexta-feira Santa (14), integrantes de um retiro o abordaram. Um padre da Igreja Católica foi lhe oferecer alimentação e ele pediu ajuda, dizendo que precisava voltar para casa.

Procurando por seu nome na internet, o grupo religioso encontrou a reportagem da Folha sobre seu desaparecimento. Ao final do texto havia um telefone de contato com a irmão, para quem ligaram, avisando que ele estava bem.

CUSTOS
Ao retornar para o autoposto onde estava abrigado, um homem evangélico ficou sabendo da história e decidiu arcar com os custos da passagem. Silva viajou de ônibus na noite de sábado (15) e chegou nesta manhã, sendo recebido pelos familiares na rodoviária de Andradina.

"Foram dias de medo, calor, fome, sede e a saudade de voltar para casa, ver os filhos e a família", afirmou Silva à reportagem. "Foi emoção demais saber que ele iria voltar para os braços da nossa família! Estamos muito felizes com este presente!", disse Renata.