Consumo da região com compras pela internet cai 10% em um ano

Faturamento totalizou R$ 232,4 milhões no ano passado

Pela primeira vez desde que a movimentação financeira com comércio eletrônico na região de Araçatuba começou a ser acompanhada, os moradores dos 43 municípios da divisão territorial reduziram o montante investido anualmente na compra de produtos pela internet. O impacto da recessão econômica sobre a renda do consumidor teria motivado o menor ganho do e-commerce com encomendas originadas do território em 2016, na comparação com 2015.

O faturamento real das lojas virtuais com pedidos feitos da região de Araçatuba totalizou R$ 232,4 milhões no ano passado, com recuo de 9,9% em relação aos R$ 258 milhões do retrasado, conforme pesquisa realizada pela Fecomércio-SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) em parceria com a Ebit. Foram 503.259 pedidos efetuados por moradores da região nos doze meses de 2016, 14% a menos que os 585.515 registrados em 2015.

As compras virtuais da região aumentaram a cada ano antes de 2016. O faturamento do e-commerce com encomendas do território cresceu 16,8% em 2015 e 17,4% em 2014. A série histórica da pesquisa regional teve início em 2013.