Apesar da economia, tucano afirma que é preciso fazer 'mais com menos'

Célio anuncia economia de R$ 221 mil em horas extras em 2017

A Prefeitura de Penápolis economizou mais de R$ 221 mil em horas extras em 2017, em comparação com o mesmo período do ano retrasado. De acordo com o Executivo, enquanto em 2016 foram gastos R$ 2.788.078,98, em 2017, a administração pagou R$ 2.576.289,01. 
 
O mês em que houve maior economia foi em março, quando a Prefeitura gastou com essa despesa R$ 184.161,22. Já o período em que o gasto com horas extras foi maior ocorreu em novembro: R$ 265.011,58.
 
'MAIS COM MENOS'
Apesar da economia, para o prefeito Célio de Oliveira (PSDB), é preciso fazer “mais com menos”. Para isso, segundo o que a coluna apurou, foi determinado o corte de horas extras no Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e da Emurpe (Empresa Municipal de Urbanização de Penápolis), entre outras medidas. 
 
O tucano lembrou que outras medidas foram tomadas pela administração e que contribuirão para a redução do pagamento de horas extras, como a retirada das cancelas instaladas nos cruzamentos em nível com a linha férrea em sua área urbana, onde trabalhavam 24 horas por dia 23 vigias. Só com eles, o Executivo gastava R$ 77 mil ao ano entre salários, encargos e horas extras, já que os vigias trabalhavam aos sábados, domingos e feriados. (Ivan Ambrósio)
ACESSE AQUI A COLUNA
'PERISCÓPIO'
LINK CURTO: http://folha.fr/1.383537

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook