Documentos, cartões, contratos e dinheiro estavam com os acusados dos crimes

Acusados de aplicar golpes para locar equipamentos são presos

Dois homens acusados de aplicar golpes em lojas de locação de equipamentos em pelo menos cinco cidades foram presos em flagrante na tarde desta quinta-feira (18), em Birigui, quando tentavam fazer mais uma vítima. Um deles estava com documento falso, segundo a polícia.
 
De acordo com o delegado Eduardo Lima de Paula, responsável pelo flagrante, a dupla, que seria de Uberaba (MG), tinha como hábito visitar empresas especializadas. Como o primeiro contrato normalmente é pago à vista, eles alugavam um equipamento de baixo valor, devolviam depois de alguns dias e locavam novos equipamentos, agora de valor maior. Como já era a segunda negociação, não pagavam na hora e sumiam com a mercadoria.
 
A dupla foi presa em uma loja de Birigui, que pertence à rede que possui outra unidade em Barretos, que caiu no golpe. Como tinha conhecimento de que os estelionatários usavam uma picape Fiat Strada com placas de Ribeirão Preto, um funcionário tirou uma foto do veículo assim que a dupla chegou ao estabelecimento e encaminhou no grupo de Whatsapp da rede.
 
INVESTIGAÇÃO
A Polícia Civil de Barretos foi informada e entrou em contato com a delegacia de Birigui, que enviou equipe para apurar a denúncia. A dupla foi surpreendida preenchendo o contrato de locação de equipamentos. O homem que fornecia os dados se apresentou como José, mas ao consultar a carteira de identidade dele, os policiais constataram que ela era falsa. 

O acusado revelou o verdadeiro nome e em nova pesquisa, foram encontrados boletins de ocorrência de golpes semelhantes aplicados em lojas de Barretos (11/04), Lins (6/05), São José do Rio Preto (8/05), Penápolis (10/05) e Bebedouro (11/05). A polícia informou que outra loja em Barretos também teria sido vítima da dupla, mas os proprietários ainda não tinham registrado o boletim de ocorrência.
 
Os dois foram presos em flagrante e levados para a delegacia, onde o delegado optou por não conceder o direito à fiança. Eles, que não quiseram dar declarações, devem ser apresentados na sexta-feira (19) no Fórum de Araçatuba para audiência de custódia. A polícia apreendeu vários cheques e contratos de locação de equipamentos preenchidos, cartões de crédito, dinheiro e dois aparelhos de celular para perícia.

A picape utilizada pela dupla também foi apreendida. Os dois serão indiciados por tentativa de estelionato e o que preenchia o contrato também responderá por uso de documento falso.

LINK CURTO: http://tinyurl.com/k6u94vr

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook