Dos 14 chefes de Executivo que concorreram a um novo mandato, seis perderam a disputa

42% dos que tentaram a reeleição na região foram derrotados

Quase metade dos prefeitos da região de Araçatuba que disputaram a reeleição não conseguiu vencer o pleito deste ano. Dos 14 chefes de Executivo que concorreram a um novo mandato, seis terão de deixar as prefeituras ao final deste ano, o que corresponde a 42% do total dos que tentaram mais quatro anos de governo.

Três dos oito mandatários que conseguiram se eleger novamente não tiveram concorrentes na eleição municipal de 2016. Em Barbosa, o prefeito João dos Reis Martins (PSDB) acabou derrotado por Paulo César Baliero (DEM). No município de Braúna, Vander Guerrero (PMDB) perdeu a tentativa de reeleição para Flávio Giussani (PTB). O atual chefe do Executivo de Coroados, Hélcio Carrilho Slavez, o Tute (PT), não conseguiu vencer sua única adversária, Terezinha Varoni (DEM).

Em Lourdes, a candidata Gisele Tonchis (DEM) venceu o atual prefeito, Odécio Rodrigues da Silva (PSDB). Já em Murutinga do Sul, o atual mandatário, José Célio Campos (PTB), foi derrotado por Gilson Pimentel (PSDB). E José Antônio da Cunha (PSDB), prefeito de Turiúba, foi superado por Rubens Fernando de Souza (PMDB).

Foram reeleitos os prefeitos: Helena Berto (PV - Alto Alegre), Adriano Bonilha (PV - Brejo Alegre), Leandro Rogério de Olivera (PR - General Salgado), Luiz Antônio Pereira de Carvalho (PSDB - Guzolândia), João Tamborlin Neto (PSDB - Nova Castilho), Célio de Oliveira (PSDB - Penápolis), Haroldo Alves Pio (PV - Santópolis do Aguapeí) e Júlio César Gomes (PMDB - Sud Mennucci).

No entanto, Helena, Bonilha e Pio disputaram sem adversários neste pleito. E Célio teve seu registro de candidatura cassado pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo) na última sexta-feira (7).

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook