Pressionado a renunciar, senador democrata acusado de assédio promete anúncio

O senador democrata Al Franken, de Minnesota, disse que fará um anúncio nesta quinta-feira. O político dos Estados Unidos sofre pressão para deixar o cargo, após uma série de mulheres acusá-lo de assédio.

Nesta quarta-feira, várias senadoras democratas - Kirsten Gillibrand, Patty Murray, Claire McCaskill, Mazie Hirono, Kamala Harris e Maggie Hassan - pediram que Franken deixe o posto.

No mesmo dia, o site Politico revelou que mais uma mulher acusou o senador de conduta sexual imprópria. Franken negou a nova acusação, segundo a qual uma ex-assessora democrata no Congresso disse que ele tentou beijá-la a força em 2006.

Franken está em seu segundo mandato. Ele já enfrenta uma investigação no Conselho de Ética do Senado, após ser acusado por outras mulheres de apalpá-las. Fonte: Associated Press.
LINK CURTO: http://folha.fr/1.377550

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook