Presidente da Colômbia critica "militarização" da sociedade venezuelana

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, comentou nesta quarta-feira o quadro na vizinha Venezuela. Na avaliação dele, há em andamento no país uma "preocupante militarização", em meio ao quadro de crise social e econômica.

"Solicitei ao chanceler que peça hoje ao secretário-geral da ONU que ponha sua atenção na preocupante militarização da sociedade venezuelana", escreveu Santos em sua conta oficial no Twitter. A declaração foi feita em um dia de grandes protestos na Venezuela, contra e a favor do governo do presidente Nicolás Maduro.

Autoridades venezuelanas citaram pelo menos duas mortes confirmadas por relação com os protestos.