Dólar se fortalece após dado de inflação nos EUA

O dólar subiu nesta quinta-feira, beneficiado por números indicando alta dos preços ao produtor nos Estados Unidos. Os dados ajudaram a arrefecer temores causados pela ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), divulgada ontem, que traz uma visão mais cautelosa do que o esperado por parte dos dirigentes da entidade.

Perto do horário do fechamento das bolsas em Nova York, a moeda norte-americana caía a 112,26 ienes, de 112,38 ienes no mesmo horário de ontem. Já o euro recuava a US$ 1,1836, de US$ 1,1869.

Investidores voltaram a comprar dólares após a divulgação do índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) de setembro, que subiu 0,4% ante agosto no cálculo com ajustes sazonais, segundo dados publicados hoje pelo Departamento do Trabalho. O resultado veio em linha com a previsão de analistas consultados pelo Wall Street Journal.

Na comparação anual, o PPI teve alta de 2,6% em setembro, maior avanço desde uma alta de 2,8% na comparação anual em fevereiro de 2012. O núcleo avançou 2,1%.

O dólar perdeu um pouco de força ontem, após a divulgação da ata do Fed. Nela, as autoridades se disseram atentas ao comportamento da inflação. Segundo o documento, um novo aperto monetário "dependeria dos dados econômicos nos próximos meses aumentar a expectativa dos dirigentes de que a inflação está avançando rumo à meta de 2% do comitê". No mês passado, o Fed sinalizou que aumentaria a taxa até o final do ano. (Marcelo Osakabe, com informações da Dow Jones Newswires)
LINK CURTO: http://folha.fr/1.367371

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook