Casa Branca nega planejar busca por imigrantes ilegais com uso de tropas


O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está considerando uma proposta de mobilizar mais de 100 mil soldados da Guarda Nacional com o objetivo de buscar imigrantes ilegais no país, incluindo milhões que vivem longe da fronteira com o México, de acordo com o rascunho de um documento obtido pela Associated Press. O secretário de Imprensa da Casa Branca, Sean Spicer, afirmou em mensagem no Twitter que a história seria falsa. Segundo Spicer, o Departamento de Segurança Nacional, confirmou que os relatos sobre o suposto documento são "100% falsos"

Segundo a AP, O documento de 11 páginas pede pela militarização nos esforços contra a imigração ilegal, que iria até o estado de Oregon, de um lado do país e até New Orleans, em outro extremo dos EUA.

Quatro estados que fazem fronteira com o México estariam incluídos na proposta - Califórnia, Arizona, Novo México e Texas - e também sete estados contíguos a esses quatro, Oregon, Nevada, Utah, Colorado, Oklahoma, Arkansas e Louisiana.

O documento teria sido elaborado pelo secretário de Segurança Nacional, John Kelly, que é um general da Marinha aposentado.

Embora a Guarda Nacional já tenha participado de missões relacionadas com imigração na fronteira dos EUA com o México, nunca antes fez parte de uma ação tão grande, que chega ao extremo norte do país.

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook