Ainda não nos retiramos da Síria e podemos voltar a atacar, diz Haley

Nova York, 15 (AE) - A embaixadora da Organização das Nações Unidas nos Estados Unidos, Nikki Haley, deixou claro neste domingo que os Estados Unidos não retirarão tropas da Síria neste momento. Haley falou após uma mensagem do presidente Donald Trump no Twitter, na qual ele defendeu o uso da expressão "missão cumprida" para descrever os ataques com mísseis de EUA, Reino Unido e França na Síria.

Haley explicou que o envolvimento americano na Síria "não está concluído". Segundo ela, Washington tem três objetivos para cumprir sua missão: garantir que as armas químicas não sejam usadas de modo que possam prejudicar interesses nacionais dos EUA; derrotar o Estado Islâmico; e que se possa observar bem o que o Irã tem realizado ali.

Em entrevista à rede Fox News, ela afirmou que os EUA não deixarão a Síria até que esses objetivos tenham sido cumpridos. Haley disse ainda que, caso o presidente sírio, Bashar al-Assad, realize um novo ataque químico, "os Estados Unidos estão "armados e prontos para disparar". Fonte: Associated Press.
LINK CURTO: http://folha.fr/1.399588

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook