Wilson Marini é editor-executivo da APJ (Associação Paulista de Jornais)

Wilson Marini: Interior Paulista atrai investimentos

O Estado de São Paulo é o principal polo de investimentos no País e o Interior Paulista é responsável pela maior parte dos negócios em andamento no Estado. As regiões fora da capital venceram a corrida pela atração de investimentos nas áreas industrial e de serviços, segundo a Fundação Seade. A interiorização do crescimento levou a agência Investe São Paulo a criar um mapa interativo com os principais dados de todos os municípios do Estado de São Paulo. O Interior Paulista é também o maior mercado consumidor do país. Três negócios divulgados esta semana, em diferentes regiões, confirmam essa tendência.

Tecnologia de ponta
A Varian Medical Systems, de Jundiaí, anunciou o seu primeiro centro de treinamento na América Latina. A estrutura faz parte de um complexo industrial que será considerado um dos maiores centros regionais da empresa no mundo, iniciando em 2018 a produção de aceleradores lineares para tratamento de câncer. A empresa tem contrato com o Ministério da Saúde para fornecer equipamentos para hospitais do SUS.

A Puma está de volta
A conhecida marca de veículos esportivos cobiça retomar as atividades, via Interior Paulista. Sondagem está sendo feita na região de Bauru para a construção da nova fábrica. A previsão da Puma é de investimento de R$ 20 milhões, com geração de 1 mil empregos diretos e indiretos, após cinco anos de implantação. Está nos planos também a construção de um autódromo em Agudos, para pista de testes aos esportivos. 

Alimentos em alta escala
A PepsiCo confirmou a abertura de seu primeiro centro de pesquisa e desenvolvimento no mundo especializado em alimentos elaborados com ingredientes originários da América do Sul. Situado em Sorocaba, vai desenvolver soluções para as categorias Snacks, Cookies & Crackers, Lácteos, Grãos e Bebidas. O investimento é de US$ 25 milhões e o complexo tem 4.500 metros quadrados. No Brasil, a PepsiCo é um dos maiores consumidores de produtos agrícolas. Compra cerca de 120 mil toneladas de batata, 20 mil toneladas de milho, 25 mil toneladas de aveia e 27 mil toneladas de coco a cada ano. 

Indefinido
A Sodebo, empresa líder no mercado de refeições prontas refrigeradas no mercado francês, lançará em 2018 a pedra fundamental de sua primeira planta fora da França, que será instalada no Estado de São Paulo, em região ainda não confirmada. A nacionalização da produção ocorrerá após dois anos de atuação da empresa no mercado brasileiro, onde comercializa os produtos PastaBox e Pizza Oval. 

Rodovias modernizadas
    • Tiveram início as obras de duplicação da Rodovia Engenheiro Tosello (SP-147), no trecho do km 88,7 ao km 104,6, entre Engenheiro Coelho e Limeira. O investimento é de R$ 77,8 milhões. A conclusão das obras está prevista para fevereiro de 2019. 
    • A rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), ligação entre a rodovia Anhanguera (SP-330) e o Noroeste Paulista, vai receber obras de modernização, em 52,6 quilômetros de extensão, em Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Piracicaba. 
    • Confirmada também a retomada das obras de recuperação e melhorias da rodovia Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360), via de acesso a Serra Negra, Lindóia e Águas de Lindóia.

Certidões de imigração
Cerca de 10 mil requerimentos de certidões de imigração foram solicitados ao Arquivo Público do Estado de São Paulo, a maioria para comprovar a entrada de familiares estrangeiros no Brasil e dar entrada em processo de dupla cidadania. As certidões fornecidas pelo Arquivo Público têm finalidade jurídica e são emitidas com base nas listas de desembarque do Porto de Santos nos anos de 1888 a 1978; através da pesquisa de entrada de estrangeiros na Hospedaria de Imigrantes entre 1887 e 1978; ou baseadas nas fichas de registro da Delegacia Especializada de Estrangeiros da Capital, órgão de fiscalização de estrangeiros em São Paulo entre os anos de 1939 a 1984. 

Modernização
O aeroporto de São José do Rio Preto ampliou a sua capacidade de atendimento, após investimento de R$ 19 milhões em obras. Com 60 mil passageiros por mês, é o segundo em movimentação dentre os 21 aeroportos administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo. 

De olho em aterros clandestinos
Imagens de satélites serão usadas pela Polícia Militar Ambiental para monitorar aterros e bota-foras clandestinos. O objetivo é intensificar a fiscalização em regiões metropolitanas, onde há grande incidência de deposição irregular de resíduos sólidos e ocupações irregulares em Áreas de Preservação Permanentes e Unidades de Conservação. Já foram identificadas áreas em Mogi das Cruzes, entre outras. A ideia é estender a vigilância para outras regiões do Estado. 

Narguilé prejudica
Conhecido como cachimbo d’água, o narguilé oferece riscos à saúde, segundo adverte a Secretaria Estadual da Saúde. Pode causar câncer, doenças cardiovasculares e doenças precoces, além da dependência. Expõe a pessoa a quatro vezes mais nicotina, 11 vezes mais monóxido de carbono e 100 vezes mais alcatrão do que o cigarro comum. Consumir uma rodada no cachimbo equivale a fumar 100 cigarros, divulgou o órgão.

ACESSE AQUI A COLUNA
'CONTEXTO PAULISTA'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.375053

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook