Wilson Marini é editor-executivo da APJ (Associação Paulista de Jornais)

Wilson Marini: Estradas paulistas projetam inovações

A Viapaulista, que irá operar durante 30 anos um total de 720 quilômetros de estradas no interior paulista, deverá introduzir diversas inovações aos usuários, inéditas no País. Uma delas é a rodovia com wi-fi (rede de dados sem fio) ao longo da malha. As estradas serão monitoradas por câmeras inteligentes. Além disso, haverá tecnologia de cobrança de pedágio com tarifas flexíveis, com preços menores nos horários de menor demanda de tráfego, por exemplo. 

Será possível a cobrança proporcional ao percurso utilizado, e não por trechos pré-definidos, como atualmente. Haverá bônus de 5% para quem utilizar o pedágio automático. O lote engloba trechos de dez rodovias que vão de Itaporanga a Franca (SP-249, SP-255, SP-257, SP-281, SP-304, SP-318, SP-328, SP-330, SP-334 e SP-345), atravessando as regiões de Bauru, Franca, Itapeva, Ribeirão Preto, Sorocaba e Central.  

Investimentos
No último dia 23, ocorreu no Palácio dos Bandeirantes a cerimônia de concessão do lote. A Viapaulista foi criada pela Arteris S.A., grupo que arrematou a concessão, em abril deste ano. O projeto prevê R$ 5 bilhões em investimentos ao longo da concessão, sendo R$ 3,25 bilhões a serem efetivados nos primeiros dez anos. Do total, R$ 1 bilhão é destinado às obras principais de ampliação da malha rodoviária, e R$ 2,4 bilhões referentes à restauração e conservação, além de implantação de equipamentos e sistemas, e melhorias nas pistas.

Ampliação 
O investimento anunciado faz parte de um ambicioso programa de concessão de rodovias em São Paulo, que amplia em um terço a malha de rodovias sob concessão do Estado, num total de quatro lotes, em 2.217 quilômetros de pistas, que cortam o território paulista transversalmente, com destaque para os corredores de ligação entre os estados de Minas Gerais e Paraná. Essa malha se somará aos atuais 6,6 mil quilômetros de estradas. Haverá duplicações e melhorias de infraestrutura.

Qualidade reconhecida
De acordo com pesquisa de qualidade das rodovias brasileiras realizada pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes), 19 das 20 melhores rodovias do país pertencem ao Estado de São Paulo.

Investimentos
●     A construção da fábrica da Randon Implementos, em Araraquara, foi retomada e as atividades devem iniciar no primeiro trimestre de 2018. A unidade deve gerar até 2 mil empregos diretos, com a empresa concentrando na cidade a produção de vagões ferroviários, além de semirreboques canavieiros.
●     A Kia Motors, maior importadora de veículos do Brasil, anunciou que pretende investir R$ 165 milhões no País em 2018. O aporte, se concretizado, deve criar 1.300 empregos e abrir 25 novas concessionárias, além das atuais 90 unidades. Uma delas será em Campinas.

Aplicativos
Segundo a Prodesp, empresa de tecnologia do governo paulista, já chegou a 9 milhões o número de downloads do aplicativo SP Serviços, pacote que reúne mais de 40 serviços públicos estaduais, com destaque para o Poupatempo, Detran e Nota Fiscal Paulista. O aplicativo foi lançado há dois anos.
 
Contra o mosquito
Esta é a semana de mobilização nacional contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. O objetivo é o de alertar a sociedade sobre a importância de eliminar focos do mosquito antes do período de chuvas de verão. O período de 20 de setembro a 21 de dezembro é considerado pré-sazonal, por isso devem ser intensificadas as comunicações de alerta sobre os riscos. No verão, prolongando-se até o mês de maio, ocorre o maior número de casos das doenças, devido à combinação da umidade com calor, o que favorece a reprodução dos mosquitos. 
 
Criatividade
Alunos da Fatec de Osasco inventaram um dispositivo que poderá ser útil para combater a dengue. O invento foi produzido a partir de placas fotovoltaicas para provocar bolhas na água onde as larvas se reproduzem. Acopladas a bombinhas e a um flutuador, elas fazem a água balançar e assim “afogar” as larvas, impedidas de respirar na superfície. O aparelho armazena energia solar durante o dia e funciona também à noite. O raio de alcance é de 2,5 metros.
 
Febre amarela
Em São Paulo, a febre amarela voltou a preocupar autoridades de saúde devido à descoberta de macacos mortos no Horto Florestal, na zona norte da capital. A meta é vacinar um milhão de pessoas. Itatiba, próximo a Jundiaí, registrou uma vítima na semana passada. No Estado de São Paulo, as regiões com maior atenção são as de São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Franca, Barretos, Sorocaba, Campinas e São João da Boa Vista.

ACESSE AQUI A COLUNA
'CONTEXTO PAULISTA'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.370551

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook