Com a irmã Samara, Felipe desfila na sua nova bicicleta

Um final feliz para Felipe

Amigos presenteiam garoto que teve bike furtada

O estudante Felipe Caique Ruiz, de 14 anos, mal havia se recuperado da tristeza que sentiu na tarde de Natal quando teve outra grande surpresa, dessa vez uma boa. O menino ganhou uma bike na campanha Papai Noel dos Correios e foi furtado. Sensibilizado com o sofrimento do garoto, um grupo de amigos resolveu comprar uma nova bicicleta para ele.

A irmã dele, Samara Barbasa Santana, 10 anos, que havia pedido ao Papai Noel uma bicicleta e não havia ganhado, também foi presenteada. "Depois de desacreditar do ser humano, eu consigo enxergar que tem pessoas boas e que o mundo pode ser um lugar melhor", afirmou Felipe. 

Emocionado, ele revela que a sementinha da solidariedade promete dar bons frutos. "Eu fiquei tão feliz, que quando eu crescer, quero poder retribuir esse gesto para pessoas que precisam, quero poder presentear como eu e minha irmã estamos sendo. Estou muito feliz, de coração."

A menina se alegra ao comentar que não precisa mais dividir a bicicleta do irmão. "Ele é muito bonzinho e deixava eu andar na dele, mas agora tenho a minha. É um sonho realizado". 

FURTO
O presente do garoto foi furtado de dentro do seu quintal, em um conjunto habitacional de Ipiguá, na tarde de Natal, três dias depois de ter ganhado. Essa foi a segunda vez no ano que o menino teve uma bicicleta furtada.

A comoção em torno do drama do garoto foi tão grande que muitas pessoas procuraram o Diário da Região após a publicação da matéria do furto. Logo depois de ler a reportagem, o estudante Vinícius Del Rio, 27, criou uma vaquinha na internet para arrecadar dinheiro com o objetivo de comprar uma bicicleta. A iniciativa chamou a atenção de 24 pessoas que colaboraram, resultando na soma de R$ 750. 

Como outras pessoas já haviam comprado a bicicleta para os irmãos, Vinicius usou o dinheiro arrecadado para comprar brinquedos, assessórios para as bicicletas, como capacetes e corrente, além de alimentos que crianças gostam, como chocolates, biscoitos e cereais.

"Não podíamos deixar pessoas estragarem o sonho de uma criança. Ele poderia crescer desacreditando do mundo. O nosso objetivo é mostrar para ele que ser do bem vale a pena. E foi muito rápido, as pessoas colaboraram e chegamos a esse montante", disse Vinicíus.

WHATSAPP
Esse é o mesmo pensamento do gestor de educação, Demecio Rodrigo da Silva, 36 anos, que por meio de umo grupo de trabalho no Whatsapp recrutou nove amigos que colaboraram para comprar a bicicleta de Felipe. "Ele ter tido duas bicicletas furtadas em pouco tempo poderia desmotivá-lo e nós pensamos em resgatar esse espírito natalino no coração dele para que não desacreditasse nas pessoas".

O empresário que doou a bicicleta para Samara pediu para ser mantido no anonimato. "Já passei pelo que eles estão passando, sonhei tanto em ter uma bicicleta nova e não tinha condições, quando tinha dinheiro para comprar era usada. Hoje, a gente tem muito para viver e ver uma criança assim, que teve seu presente e tiraram, é muito triste".

Felipe e Samara eram só alegria e agradecimento quando receberam os presentes, na manhã de quinta-feira (28). Eles logo foram testar as bicicletas nas ruas do bairro. "Um dia, eles vão se lembrar, vai ficar marcado para eles que existem pessoas boas. Esse ato de amor ao próximo é o mais importante. Eu agradeço muito a quem ajudou a dar essa alegria porque coração de mãe fica apertado quando vê um filho triste e não pode fazer nada. Vou pedir que Deus recompense cada um," disse a mãe deles, Liani Regina dos Santos.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.382020

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook