Gabriel Monteiro Ossefani e primo encontraram espingarda em sítio da família

Crianças encontram arma e uma delas morre com tiro acidental

Menino de 7 anos foi atingido na nuca

Gabriel Monteiro Ossefani, de 7 anos, morreu na tarde de domingo (18) após ser atingido por um tiro de espingarda de calibre 28, disparado acidentalmente pelo primo, de 9 anos. As crianças passavam o final de semana com a família em uma propriedade rural de Mira Estrela (a 179 km de Araçatuba) e estavam brincando com a arma que encontraram em um quarto.

Segundo a Polícia Militar, os dois meninos tinham acabado de tomar banho para ir embora do sítio. Por brincadeira, o primo de 9 anos apontou para as costas do menino de 7 e a arma disparou, atingindo a nuca. Ao ouvir o som do disparo e os gritos das crianças, os parentes que estavam na casa socorreram Gabriel, que foi levado para o pronto-socorro de Mira Estrela, mas não suportou a gravidade dos ferimentos. 

PRISÃO
O dono da arma é um homem de 65 anos de idade, tio das crianças. Ele acabou preso em flagrante por porte ilegal de arma. 

O corpo de Gabriel foi enviado ao IML (Instituto Médico Legal) de Fernandópolis, onde passou por autopsia. A arma foi apreendida e passaria por perícia no Instituto de Criminalística para verificar se o disparo ocorreu por falha da espingarda. Um inquérito policial será aberto na delegacia de Mira Estrela para apurar o crime.

PAI
Ainda no domingo, o pai de Gabriel sofreu ferimentos quando o carro que estava saiu da pista ao atingir uma capivara na vicinal de Valentim Gentil, no momento em que ele iria levar roupas na funerária onde está sendo feita a preparação do corpo da criança para o velório. Apesar dos ferimentos, ele não corria risco de morte.

LINK CURTO: http://tinyurl.com/yadz2tqt

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook