Policiais ambientais no local: cão foi abandonado em casa após família se mudar

Cão abandonado pelos donos morre de sede e fome

Família deixou o animal sozinho por dias

Um cão morreu após ficar dias sem comida em uma casa fechada na Vila Elmaz, em Rio Preto (a 158 km de Araçatuba). Os vizinhos disseram que os moradores foram embora há 30 dias e abandonaram o animal sozinho.

Quem encontrou o cão morto, já em estado de decomposição, foram policiais ambientais chamados por vizinhos, incomodados com o mau cheiro que vinha da residência. O caso foi denunciado por um deles, o torneiro mecânico Aldo João Pessoa, 44 anos. "No começou, fiquei pensando que fosse algum lixo. Até subi por cima do forro da casa para verificar se havia algum animal morto, mas não vi nada", diz Aldo.

O marceneiro Alan Luiz Santos Rezende, de 24 anos, que também mora na vizinhança, subiu o muro da casa fechada e viu o animal já sem vida. "Que coisa horrível que fizeram. Como os moradores puderam ir embora sem levar o cão? Se não queriam mais, poderia pelo menos ter soltado", lamenta.

INVESTIGAÇÃO
A empresa Constroeste, responsável pela limpeza pública, enviou uma equipe até a casa fechada para recolher o animal. A equipe da Polícia Militar Ambiental elaborou um boletim de ocorrência e vai encaminhar o caso para investigação da Polícia Civil, que tentará localizar os donos do cão.

O comandante da Polícia Ambiental, Alessandro Daleck, afirma que os donos do cão serão enquadrados em crime ambiental por abandono e maus-tratos. Será aplicada multa de R$ 6 mil pelos maus-tratos que provocaram a morte do animal.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.382183

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook