Após morte de estudante, Unicamp de Limeira reivindica mais segurança

A morte da estudante Sandy Andrade Santos está causando mobilização entre alunos e servidores da Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp (FCA), de Limeira, no interior de São Paulo. A diretoria da instituição convocou a comunidade acadêmica para uma reunião nesta segunda-feira, 3. Uma caminhada está prevista para esta terça-feira, 4, às 13h, com saída da faculdade em direção à Secretaria Municipal de Segurança Pública.

Por volta das 7h de sexta-feira, 31, o corpo de Sandy foi encontrado em uma trilha, a cerca de 2,5 quilômetros da faculdade, com ferimentos no pescoço causados por estrangulamento, de acordo com a Polícia Militar. Natural de Embu Guaçu, a jovem estava no segundo ano do curso de Engenharia de Manufatura.

"Estamos todos consternados pelo assassinato de nossa aluna Sandy Andrade Santos e preocupados com a falta segurança que alcançou, com este fato, um limite intolerável", disse em nota a entidade, que está em luto oficial até quarta-feira, 5. "Este ato é um grito de socorro, não apenas dos alunos da Unicamp de Limeira, mas de toda a população que sofre diariamente com a falta de segurança e a omissão das autoridades e dos que estão no poder", diz a descrição da manifestação que será realizada nesta terça, organizada pela Frente Feminista Limeira.

Na página da faculdade no Facebook, dezenas de pessoas postaram reclamações sobre problemas de segurança no entorno do campus. "O sentimento de insegurança é diário", escreveu a mãe de um aluno, enquanto uma estudante fez um relato: "Desde que entrei na FCA, em 2010, reclamamos por segurança. Mais da metade da minha turma teve problemas de insegurança."

Procurada pela reportagem, a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo não se manifestou sobre o assunto.

Ainda na sexta-feira, 31, a Unicamp confirmou a morte da estudante e replicou uma nota assinada pela diretoria da FCA, de Limeira. "A Diretoria da Faculdade de Ciências Aplicadas recebeu com absoluta consternação, na tarde de hoje, a informação da morte da aluna Sandy Andrade Santos, via policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Limeira. Estamos prestando todas as informações solicitadas pela polícia e nosso Serviço de Apoio ao Estudante da Unicamp prestará todo apoio aos familiares. Mais uma vez, expressamos absoluta consternação com o trágico acontecimento", divulgou.