Nadal arrasa promessa alemã e vai às quartas do Masters 1000 de Montecarlo

O jovem alemão Alexander Zverev é considerado uma das maiores promessas do tênis mundial, mas nesta quarta-feira o espanhol Rafael Nadal mostrou para ele por que é o rei do saibro. Sem qualquer dificuldade, o veterano de 30 anos confirmou o favoritismo e despachou o adversário nas oitavas de final do Masters 1000 de Montecarlo por 2 sets a 0, com duplo 6/1.

Em grande dia, Nadal precisou de somente 1h08min para eliminar Zverev. O quarto cabeça de chave do torneio impôs seu jogo com golpes fortes e aproveitou cinco das 12 oportunidades de quebra para fechar. Dominado, o alemão, 14.º favorito no saibro de Mônaco, não teve sequer um break point a seu favor.

Foi um péssimo presente para Zverev, que completou 20 anos justamente nesta quarta-feira. O alemão, aliás, não tem boas recordações de seus confrontos com Nadal. Apesar da pouca idade, ele já enfrentou o espanhol em três oportunidades, tendo perdido todas elas.

Por outro lado, para Nadal o triunfo desta quarta representou a manutenção do sonho de estender sua hegemonia em Montecarlo. Atual campeão do torneio, o espanhol tem incríveis nove conquistas no principado, sendo que a primeira aconteceu há 12 anos, em 2005.

Se conseguir o feito, o número 7 do mundo também vai faturar o primeiro troféu em uma temporada que não vem sendo fácil para ele. Em cinco torneios disputados no ano, o espanhol disputou três finais, mas foi derrotado em todas elas, sendo duas por seu rival Roger Federer.

Mas Nadal confia em seu histórico em Montecarlo para fazer bonito desta vez e finalmente levantar uma taça em 2017. Para isso, no entanto, precisará passar das quartas de final, na qual terá pela frente o vencedor do confronto entre o alemão Jan-Lennard Struff, número 58 do mundo, e o argentino Diego Schwartzmann, 41.º do ranking.