Liga francesa cancela expulsão de brasileiro que foi chutado por árbitro

Depois de suspender o árbitro Tony Chapron "até uma nova ordem", a Federação Francesa de Futebol (FFF) e a liga francesa divulgaram uma nova decisão envolvendo o caso do zagueiro Diego Carlos, do Nantes. E, nesta segunda-feira, o segundo cartão amarelo recebido pelo brasileiro foi cancelado.

Na vitória do Paris Saint-Germain sobre o Nantes fora de casa, por 1 a 0, pela 20ª rodada do Campeonato Francês, no domingo, Diego Carlos recebeu o segundo cartão amarelo após trombar com o árbitro. Irritado ao ser derrubado no chão, Tony Chapron ainda chutou o brasileiro.

A FFF, então, suspendeu nesta segunda o árbitro. E, após o próprio Chapron reconhecer que a trombada foi acidental, membros da liga francesa discutiram a situação por telefone e e-mail - antes mesmo de uma reunião do comitê disciplinar para avaliar o ocorrido - e decidiram retirar o segundo cartão amarelo do brasileiro.

"Depois de ler o relato adicional de Tony Chapron, que confirmou após ver as imagens que Diego Carlos não o derrubou deliberadamente, o comitê decidiu cancelar o segundo cartão amarelo mostrado ao jogador", informou a liga.

Diego Carlos, assim, está liberado para enfrentar o Toulouse na quarta-feira, fora de casa, pelo Campeonato Francês. Já Chapron, que seria o árbitro da partida entre Angers e Troyers, no mesmo dia, não poderá mais apitar o duelo.
LINK CURTO: http://folha.fr/1.384136

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook