Gabriel marca de novo, Santos vence e retoma liderança do Grupo D

Gabriel reestreou com gol na última rodada, mas o Santos empatou. Nesta quarta-feira, no jogo que marcou seu retorno à Vila Belmiro, ele balançou as redes novamente e, desta vez, o time alvinegro derrotou o São Caetano por 2 a 0.

Na comemoração, Gabigol deu um beijo no gramado, uma forma de agradecer à nova oportunidade no clube que o revelou e também uma maneira de colocar um ponto final ao pior momento de sua carreira - durante um ano e meio em que esteve no futebol europeu, entrou pouco em campo e marcou apenas dois gols, um pela Inter de Milão e outro pelo Porto.

A vitória em casa recolocou o Santos na liderança do Grupo D, com 11 pontos. Na rodada anterior, ao ficar no 2 a 2 com a Ferroviária, o time alvinegro permitiu que o Botafogo o ultrapassasse. A equipe de Ribeirão Preto, no entanto, caiu para o segundo lugar, com nove, ao empatar por 1 a 1 com o Ituano também nesta quarta-feira.

O Santos alcançou o terceiro triunfo na competição sem grandes sustos. O primeiro gol veio com Lucas Veríssimo, de cabeça, aos 34 minutos do primeiro tempo. Até então, o jogo estava equilibrado com uma chance para cada lado. Vanderlei havia salvado a equipe da casa em cobrança de falta de Alex Reinaldo e Helton Leite fez milagre em chute de David Braz à queima roupa.

Na etapa final, Gabigol aproveitou contra-ataque logo no primeiro minuto e definiu a vitória. A cinco minutos do fim, o técnico Jair Ventura promoveu o retorno aos gramados do meia Vitor Bueno.

Ele não jogava oficialmente desde 1º de julho do ano passado, no empate por 1 a 1 com o Atlético-GO, no Campeonato Brasileiro, quando rompeu o ligamento cruzado do joelho direito. Apesar do pouco tempo em campo, Vitor teve uma chance para marcar. Nos acréscimos, recebeu cruzamento de Gabigol e, livre, bateu para defesa de Helton.

O Santos agora se concentra para o clássico contra o São Paulo, domingo, no estádio do Morumbi, pela oitava rodada do Paulistão. O São Caetano, lanterna geral com apenas quatro pontos, tenta reagir no sábado, contra a Ferroviária, em casa.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 2 x 0 SÃO CAETANO

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Caju (Arthur Gomes); Alison, Jean Mota (Matheus Jesus) e Vecchio (Vitor Bueno); Copete, Eduardo Sasha e Gabriel. Técnico: Jair Ventura.

SÃO CAETANO - Helton Leite; Alex Reinaldo, Sandoval, Max e Esley (Ferreira); Bruno Recife, Diego Rosa (Rafael Costa), Vinícius Kiss e Chiquinho; Ermínio (Paulo Vinícius) e Marlon. Técnico: Pintado.

GOLS - Lucas Veríssimo, aos 34 minutos do primeiro tempo, e Gabriel, a 1 minuto do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinicius Furlan.

CARTÕES AMARELOS - David Braz (Santos) e Chiquinho e Alex Reinaldo (São Caetano).

RENDA - R$ 92.490,00.

PÚBLICO - 4.165 torcedores.

LOCAL: estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).
LINK CURTO: http://folha.fr/1.389265

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook