Atlético-MG sofre no Acre em empate contra xará, mas avança na Copa do Brasil

O Atlético Mineiro encarou uma longa viagem de Belo Horizonte para Rio Branco, a capital do Acre, para fazer a sua estreia na Copa do Brasil. E sofreu bastante para conseguir a classificação à segunda fase. Nesta quarta-feira, na Arena da Floresta, o time alvinegro empatou por 1 a 1 contra o Atlético Acreano e avançou pela vantagem de ser melhor colocado no ranking da CBF.

Com seus titulares, o Atlético Mineiro saiu atrás no placar logo no início da partida, mas conseguiu o empate pouco antes do intervalo e até teve chances de vencer na segunda etapa, apesar de sofrer a pressão dos acreanos nos momentos finais. Na segunda fase, o rival será o Botafogo, da Paraíba, que na semana passada passou pelo Floresta, do Ceará. O jogo único será em João Pessoa.

As atenções do Atlético Mineiro voltam agora para o Campeonato Mineiro. Pela sexta rodada, neste sábado, às 16h30, terá pela frente a Caldense, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Na tabela de classificação, o time está em terceiro lugar com oito pontos, cinco atrás do líder Cruzeiro e a dois do vice América-MG.

Em campo, o Atlético Mineiro começou tranquilo demais - Otero perdeu uma chance em cobrança de falta - e foi surpreendido logo aos seis minutos. Aproveitando um escanteio da direita, o zagueiro João Marcus ganhou no alto e marcou de cabeça o gol do Atlético Acreano.

Em vantagem, o time da casa passou a explorar os contra-ataques e o Atlético Mineiro tinha dificuldades na parte ofensiva. Só foi acertar aos 43 minutos, quando conseguiu o empate. Em contragolpe rápido com Róger Guedes, o atacante chutou rasteiro e o goleiro Rafael espalmou. No rebote, Erik bateu no canto esquerdo baixo e saiu para a comemoração.

No segundo tempo, as oportunidades de gol ficaram mais raras. Na melhor do Atlético Acreano, aos 10 minutos, Polaco acertou um chute na trave da meta defendida por Victor. Aos 20, o Atlético Mineiro quase fez o segundo em um lance em que Rafael falhou, mas conseguiu defender o chute de Ricardo Oliveira. Depois, Otero teve mais uma chance desperdiçada e o time de Belo Horizonte se segurou para garantir a classificação.
LINK CURTO: http://folha.fr/1.388155

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook