Partido Novo convida líder do Vem pra Rua para concorrer ao governo de SP

O partido Novo convidou o líder do movimento Vem Pra Rua, Rogério Chequer, para disputar o governo do Estado de São Paulo. A nomeação, porém, ainda não é certa, dependendo do acerto de "detalhes" entre as partes. O Novo, inclusive, conversa com outros nomes sobre a candidatura ao Palácio dos Bandeirantes.

Mas o convite foi confirmado pelo presidente do diretório estadual da sigla, Fernando Meira. "Ficaríamos muito felizes se ele viesse para o Novo como candidato a governador", disse. "Ele é um dos principais nomes, sem dúvida estamos com ele na rota para governador".

Chequer, que liderou um do movimentos mais conhecidos durante as manifestações pelo impeachment da presidente Dilma Roussef, anunciou hoje seu desligamento do Vem Pra Rua. "Fiz isso para evitar conflito de interesse (com o grupo) e para poder acertar esses detalhes", disse, notando que o movimento é suprapartidário mas que incentiva seus membros a disputarem cargos, desde que comuniquem seu afastamento.

O empresário disse que a ideia de concorrer a um cargo eletivo não estava em seus planos, mas que foi abordado por alguns partidos, entre eles o Novo, pelo qual acabou se decidindo dada a convergência de ideais e o "compliance" que a legenda aplica sobre seus membros.

As conversas se iniciaram há poucas semanas e Chequer também garantiu que, apesar de não fechada sua filiação, o Novo é o único partido com que conversa no momento. Ainda não há data para bater o martelo sobre o assunto. Diferentemente das candidaturas a deputado e senador, que passam por um "processo seletivo" aberto a quem quiser participar, a escolha dos nomes para os governo é feita pontualmente, por convites. Até o momento, foram anunciados os nomes para as disputas no Rio Grande do Sul, Minas Gerais e no Distrito Federal, além da presidência, que ficou com João Amoedo.
LINK CURTO: http://folha.fr/1.377896

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook