Após viralizar, a foto foi bombardeada com comentários pedindo a punição dos universitários

Estudantes de medicina baixam as calças em foto ofensiva às mulheres

Uma imagem de sete estudantes de Medicina da Universidade Vila Velha (UVV), no Espírito Santo, posando com o jaleco do curso, calças arreadas e fazendo gesto com as mãos em que remetem a uma genitália feminina causou indignação ao ser publicada no Instagram. Após viralizar, a foto foi bombardeada com comentários pedindo a punição dos universitários. O autor foi um dos estudantes que também estava no local.

Na página oficial da universidade no Facebook, alunos desabafaram sobre o caso. "Pensem bem no nível da punição que dará a eles. Em respeito às pessoas que se sentiram ofendidas com isso e ao nome da universidade, que não demorou pouco para ser construído", escreveu, por exemplo, a estudante Natália Freitas Cesana.

Sindicância

Procurada pela reportagem, a universidade informou, em nota, que repudia a ação dos estudantes e que será instaurada uma comissão de sindicância para apuração dos fatos.

Já o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES) informou a realização, nesta terça-feira, 11, de uma reunião com a coordenação do curso de Medicina da instituição de ensino. Segundo o CRM-ES, ficou definido que a universidade aplicará punição compatível com o ocorrido.