Yara Pedro Carvalho é presidente da Academia Araçatubense de Letras

Yara Pedro Carvalho: Crer...

Crer ou não crer, eis a questão. Este é o dilema no qual fomos colocados nestes últimos 10 anos, penso eu, brasileira de cara e coração, fazendo os sapos descerem goela abaixo, quando ouço da grandeza da nossa terra ao sufoco de levar decentemente os dias para frente sem mecanismo político que me proteja. 

Parar ou não parar?, fazer o melhor para quê?. Para muitos a dúvida vinha se apropriando das pessoas há mais tempo quando a crença proposta de olhos totalmente fechados não se casava com as mentes em polvorosa por conta da liberdade do pensar. Pensar e proferir o emaranhado de inconclusões vinha ficando difícil para os providos desta arte de duvidar. 

Buscas e buscas foram feitas nas escritas bíblicas e nos achados sobre filósofos que marcaram época por conta da liberdade de dizerem, por exemplo, que: "uma vida não questionada não merece ser vivida" (Platão). Posso imaginar os olhos esbugalhados daqueles que tentaram buscar a verdade da crença em dogmas e que se calavam para não serem classificados como loucos, tendo um fio de esperança para seu próprio questionamento. 

E aí Sócrates respondia que "existe apenas um bem, o SABER, e apenas um mal, a IGNORÂNCIA." Sinto que hoje este é o pecado que fere nossa terra, a ignorância para o domínio. 

A melhor saída ficava na FÉ e ainda é o maior apoio que podemos ter nos momentos que vivemos hoje. Tenho fé. Tudo se acomodará de forma tão correta e bela que nem precisaremos de boas piadas para rir um pouco. Rizadas sadias pelos conteúdos da vida equilibrada do "ter" pelo trabalho e que a sórdida mania de tirar daqui e dali tenha sido penalizada de tal forma que só agindo honestamente seremos livres das algemas que o tempo coloca e nunca mais tira. 

Atitude, atitude e atitude. Como repete nosso pensador Leandro Karnal, "o que eu penso não muda nada além do pensamento. O que faço a partir disso, muda tudo". Então, façamos! O que você, meu amigo leitor, está vendo e vivendo de errado que sua atitude pode colaborar para seu e nosso crescimento? Faça algo tão certeiro como a flecha dos carajás fizeram para ter a terra que lhes era de direito. 

Atue, compareça, não se exclua, não se cale nem fale sem razão. Sua capacidade não pode ofuscar a do outro, mesmo que em áreas diferentes, sempre aprendemos mais. Não custa saber além da área em que se atua. Ouça e adquira mais uma capacidade. 
O ser humano, em geral, neste mundo global da comunicação, exige que não coloquemos nossas cabeças num buraco escuro para crer sem ver. Isto é coisa feia até de se pensar. Palavrão hoje é IGNORÂNCIA. 

Crer sem indagar é coisa do passado, mas nossa fibra de bons brasileiros pede que pensemos com garra e que é com atitude séria que toda mudança necessária será feita. Como bom cão, ciente de que osso é bom e ele gosta, é hora de agarrarmos nossa terra com toda nossa força física, espiritual e mental, sem camisetas coloridas fazendo movimento de rua (virando carnaval) e vamos rosnar pelo que é, de ordem e direito, nosso. Muito nosso. 

LINK CURTO: http://tinyurl.com/mv3rmfn