"Fiz esse requerimento porque todos nós conhecemos o trabalho dos professores", explica Cláudio

Vereador questiona Prefeitura sobre doutrinação partidária em escolas

Crítico do programa Escola sem partido, que pretende proibir a doutrinação ideológica de estudantes, o vereador Cláudio Henrique da Silva (PMN) apresentou o prometido requerimento, questionando o prefeito sobre casos de professores ensinando política partidária, "ideologia de gênero" ou incitando a participação em manifestações para crianças entre quatro meses e 10 anos na rede municipal de ensino de Araçatuba. O requerimento já foi aprovado.
 
"Fiz esse requerimento porque todos nós conhecemos o trabalho dos professores e nunca ouvi professor falar sobre isso. Tem essa conversa que existe esse tipo de coisa. A secretária de Educação já disse que isso não existe, mas quero uma resposta oficial. Quero saber se tem professor ensinando ideologia e ensinando criança a votar em determinado partido político", justificou Cláudio.
 
EM LADOS OPOSTOS
Recentemente, Cláudio e o vereador Lucas Zanatta (PV) trocaram farpas sobre o programa. Zanatta quer que o chefe do Executivo apresente proposta que implante o Escola sem partido na rede municipal de ensino. Ele foi autor de projeto neste sentido, que acabou recebendo parecer pela ilegalidade do departamento jurídico da Câmara, pois a matéria seria competência exclusiva do prefeito. (Ronaldo Ruiz Galdino)
 
ACESSE AQUI A COLUNA
'PERISCÓPIO'
LINK CURTO: http://folha.fr/1.371970