Arlindo Araújo quer saber situação de serviço

Vereador cobra detalhes sobre exames; prefeitura garante que serviço continua

A Câmara de Araçatuba aprovou na sessão da última segunda-feira (7)

A Câmara de Araçatuba aprovou na sessão da última segunda-feira (7) requerimento do vereador Arlindo Araújo (PPS) pedindo informações sobre a suspensão dos exames de mamografia no Hospital da Mulher, em Araçatuba.

Segundo o parlamentar, a medida foi tomada pela prefeitura no dia 30 do mês passado, após a administração municipal decidir não renovar contrato com a empresa que prestava o serviço desde 2009. O prefeito Dilador

Borges (PSDB) tem prazo de 15 dias para responder aos questionamentos do vereador.
Arlindo questionou por qual motivo o município resolveu não aditar o acordo, pois havia a possibilidade de estendê-lo até junho de 2019. O vereador perguntou também quando será aberta licitação para a contratação de nova empresa. Por fim, o pepessista quer saber o que a prefeitura pretende fazer para continuar oferecendo os exames às pacientes enquanto outra firma não é contratada.

“Eu não concordo com a maneira como a administração está conduzindo, principalmente, a questão da saúde. Suspendeu a mamografia. Como ficarão as mulheres que precisam fazer esse exame? Esse exame é de fundamental importância”, afirmou Araújo, que ressaltou no requerimento que a mamografia é um dos principais exames para o diagnóstico do câncer de mama.

Durante a discussão do requerimento, o líder do governo no Legislativo, Jaime José da Silva (PTB), garantiu que os exames continuarão sendo feitos pelo AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e por outra empresa particular.

“Esse contrato foi rompido porque era por lote. Comprava-se determinada quantidade de exames. Realizados ou não, era obrigado a pagar e cumprir o contrato. A análise técnico-financeira da prefeitura entendeu que era preciso rever isso, já que a saúde tem pouco recurso”, falou Silva.

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.403949