Porteiro reclama do mau cheiro do material que sai da tubulação; Samar enviou equipe para averiguar

Vazamento de esgoto incomoda trabalhadores de parque industrial

Uma tubulação de esgoto que estourou há seis meses, na rua Valter Torres, no Parque Industrial Maria Isabel de Almeida Prado, em Araçatuba, deixa trabalhadores inconformados. 

O porteiro Delmir Antônio Vieira, 52, que trabalha na empresa em frente ao vazamento, afirma que a Samar (Soluções Ambientais de Araçatuba) tem conhecimento da situação, mas não resolveu definitivamente. “A Samar foi contatada quando o problema se iniciou, em outubro, porém eles vieram várias vezes, arrumaram, mas o problema persiste”, diz. 

O porteiro relata que o mau cheiro é insuportável em determinadas horas do dia, e o acúmulo de água que vaza do local vem se tornando um problema até para empresas vizinhas. “Quando chego para trabalhar, ao entrar na guarita o cheiro está impregnado, incomoda a respiração”, completa. 

A reportagem esteve no local e constatou que o material que vaza estava tomando conta de meio quarteirão, e se acumulando na esquina. Vieira acrescenta que o local foi sinalizado na última visita da Samar, porém não sabe quando eles voltam para solucionar o problema.

OUTRO LADO
Em nota, a assessoria de imprensa da Samar esclarece que não tinha nenhum registro, em seu sistema, sobre reclamação de vazamento de esgoto nesse endereço. Informa também que foi aberta uma ordem de serviço após o contato do jornal e enviada uma equipe ao local para avaliar a situação e fazer a desobstrução da rede de esgoto.

PARTICIPE DO DISQUE-FOLHA
Defenda seus direitos e sua cidade. Envie e-mail para disquefolha@folhadaregiao.com.br ou mensagem pelo Whatsapp: (18) 99663-5314.

Leia aqui outras reportagens da coluna.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.394859