Secretaria conclui a instalação de scanners em 8 presídios da região

A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) do Estado concluiu, em dezembro, a instalação de scanners corporais, os chamados “body scanners”, em oito presídios em funcionamento na região de Araçatuba. Os aparelhos permitem realizar revistas em visitantes a partir de imagens geradas, identificando possíveis objetos, como drogas e celulares, de maneira rápida e eficiente, segundo a secretaria. 
 
Foi com a ajuda do aparelho que agentes de segurança penitenciária prenderam em flagrante uma mulher de 34 anos, moradora em Bálsamo (SP), durante visita à penitenciária 2 de Lavínia no dia 13 de dezembro. Ao passar pelo equipamento, ele indicou que havia algo no corpo da acusada, que negou.
 
A Polícia Militar foi comunicada e a mulher levada para a delegacia. Ao ser revistada por uma policial feminina, ela retirou do ânus duas porções de maconha, totalizando 144 gramas.
 
Segundo a secretaria, a instalação dos body scanners começou no dia 28 de agosto do ano passado. Até o início de janeiro, 136 unidades prisionais paulistas tinham recebido os equipamentos, que já estavam em funcionamento. A previsão é de que a instalação nos demais presídios seja concluída em breve.
Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.387488