Obra acabará com vazamento constante em área na rua Miguel Rodrigues de Araújo

Samar investe R$ 2,5 milhões em instalação de emissários

É o 2º maior investimento em esgotamento sanitário

A Samar (Soluções Ambientais Araçatuba) iniciou uma obra orçada em cerca de R$ 2,5 milhões para fazer o remanejamento de 2.500 metros de tubos do emissário coletor de esgoto na zona leste de Araçatuba. Segundo a concessionária, responsável pelo abastecimento no município, esse é o segundo maior investimento em esgotamento sanitário na cidade para 2019. 

O primeiro é a reversão da Bacia de Esgoto Maria Izabel, no extremo norte do município, que teve início em fevereiro de 2017, com investimento de R$ 22 milhões, e que está em fase de conclusão, segundo a empresa.

Com relação à obra na zona leste, a Samar informa que serão instaladas novas tubulações de 1,2 metro de diâmetro, substituindo os emissários existentes e que estariam obsoletos, demandando constantes manutenções. Também serão construídos 30 poços de visita e um trecho de travessia de emissário no córrego Umuarama.

As obras têm início em uma área verde ao final das ruas Maurílio Corazza e Miguel Rodrigues de Araújo, no bairro Vicente Grosso, onde o problema com vazamento de esgoto é constante, e seguirão margeando o ribeirão Baguaçu até a interligação do emissário na ETE (Estação Elevatória de Esgotos) Baguaçu. De lá, o esgoto coletado será bombeado para a ETE (Estação de Tratamento de Esgotos) Baguaçu.

Estudo de impactos ambientais para a preservação da vegetação local está sob a análise da Cetesb (Companhia Ambiental de São Paulo) e a Samar reflorestará com árvores nativas parte da mata ciliar do ribeirão Baguaçu, em área cedida pelo parque aquático Hot Planet.

Parte dos tubos que serão instalados já está na área onde será realizada a obra, que foi temporariamente suspensa devido ao excesso de chuva. Ela deverá ser concluída até agosto.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.383779