Polyana Abrahao de Paiva será sepultada em Bilac

Romeira da região de Araçatuba é atingida por árvore e morre a caminho de Aparecida

Acidente aconteceu no trajeto conhecido como Rota da Luz

A analista de sistemas Polyana Abrahao de Paiva, 47 anos, que tem família em Bilac (a 27 km de Araçatuba) morreu na tarde de terça-feira (10), após ser atingida por uma árvore enquanto caminhava em direção ao Santuário Nacional de Aparecida.

O acidente aconteceu no trajeto conhecido como Rota da Luz, quando a vítima passava por Pindamonhangaba. O corpo dela deve chegar por volta das 15h desta quarta-feira (11), em Bilac, onde deve ser velado e enterrado, provavelmente na quinta-feira (12). 

A Polícia Militar foi chamada por volta das 18h para atendimento a uma ocorrência de queda de árvore sobre um veículo na avenida Antônio Pinheiro Júnior, bairro Bela Vista. Havia várias árvores caídas no local devido ao temporal que caiu no final da tarde na cidade, mas nenhum veículo ou pessoa foram encontrados naquele momento.

A equipe então seguiu para o pronto-socorro da cidade, onde foi informada que a vítima tinha dado entrada na unidade para atendimento médico após ser atingida por uma árvore. O resgate foi feito pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Polyana não resistiu aos ferimentos e o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico.

Em reportagem exibida no início da manhã desta quarta-feira pelo programa Bom Dia São Paulo, da Rede Globo, o repórter Tiago Scheuer informou que o marido da vítima acompanhou os trâmites para liberação e translado do corpo.

A analista de sistemas residia no bairro Butantã, em São Paulo, e decidiu fazer sozinha a romaria para Aparecida. No último domingo (8) ela concedeu entrevista à equipe do Bom Dia São Paulo, que acompanha os romeiros que seguem para o santuário pela Rota da Luz, que tem 201 quilômetros e vai de Mogi das Cruzes a Aparecida.

GRAÇA
Polyana contou a Scheuer que conseguiu se recuperar de um problema respiratório e por isso quis agradecer a Nossa Senhora Aparecida pela graça recebida, fazendo a romaria. Apesar de iniciar o trajeto sozinha, ela foi "adotada" por um grupo de romeiros que fazia a mesma rota. A previsão de chegada em Aparecida era para o início da tarde desta quarta-feira.

Segundo o repórter, ela caminhava de forma mais lenta e geralmente ficava atrás do grupo. O acidente teria ocorrido por volta das 17h, quando a vítima estava a cerca de 5 quilômetros do hotel onde ficaria hospedada.

Filha de família tradicional de Bilac, Polyana deixou três filhos. Segundo apurado pela reportagem, o horário do enterro não foi marcado porque os familiares querem aguardar a chegada de um irmão dela que reside em outro país.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.367077