Unidade de saúde é referência para moradores da zona sul, que abrange bairros como o Jussara

Pronto Atendimento do São João é interditado após danos em telhado

Serviço somente será restabelecido após os reparos

A chuva que atingiu Araçatuba no último dia de 2017 causou estragos no telhado do Pronto Atendimento do bairro São João, que teve o atendimento suspenso temporariamente pela Prefeitura. O serviço será restabelecido somente quando forem concluídos os reparos, o que não tem data para acontecer. Enquanto isso, os funcionários foram deslocados para o pronto-socorro do bairro Santana, que concentrará o atendimento de urgência e emergência de toda cidade.

A interdição do PA do bairro São João foi anunciada pela Prefeitura na manhã de domingo (31), por meio de nota divulgada pela assessoria de imprensa. O atendimento no local é feito 24 horas por dia, de segunda a sexta-feira, inclusive aos feriados. 

A reportagem visitou o prédio na tarde de terça-feira (2) e constatou que a calha existente sobre o telhado foi retorcida pelo vento. Com a estrutura comprometida, houve infiltração da água da chuva, que causou queda do reboco da laje e também afetou parte da rede elétrica.

NOTA
Na nota divulgada à imprensa, a administração municipal informou que as obras seriam iniciadas o mais breve possível para retomar o atendimento assim que os trabalhos forem concluídos.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Constantino Vourlis, explicou na tarde de ontem que devido ao material usado na cobertura do prédio estar molhado, só será possível ter acesso à cobertura para fazer a manutenção depois que o tempo melhorar. "Preciso de dois a três dias de sol para verificar os problemas elétricos e de cumeeira metálica com chapa galvanizada. Gostaríamos de liberar o mais rápido possível, mas dependemos do tempo", explica.

NECESSIDADE
O PA do bairro São João é referência para moradores na zona sul da cidade (que abrange os bairros Jussara, Morada dos Nobres, Iporã, entre outros), mas com a suspensão temporária do atendimento, essas pessoas precisarão se deslocar até o bairro Santana em busca de atendimento.

No final da tarde de terça, a Folha da Região acompanhou a frustração de uma gestante de 23 anos ao se deparar com as portas do prédio fechadas. Ela, que reside no bairro Morada dos Nobres, onde há uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em construção, está grávida de 24 semanas e caiu após escorregar no banheiro, em casa, e queria passar pelo médico. A queda ocorreu pela manhã, ela foi trabalhar e, no período da tarde, começou a sentir dores, por isso, queria ser examinada. Entretanto, voltou para casa, a pé, sem atendimento.

CRONOGRAMA
Apesar de a suspensão temporária do atendimento não estar prevista no cronograma, a Secretaria Municipal de Saúde já divulgou que pretende fechar definitivamente o Pronto Atendimento do bairro São João. A medida deve ser efetivada somente quando entrar em funcionamento a UPA do bairro Umuarama, o que está previsto para acontecer no primeiro semestre deste ano.

O prédio foi entregue e inaugurado pela administração anterior no final de 2016, mas precisa de adequações. A UPA do bairro Moradas dos Nobres também está em obras e quando for concluída, o pronto-socorro do bairro Santana deve ser fechado para reforma.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.382218