Procon divulga ranking dos piores serviços de 2017

Serviços essenciais no topo

A Fundação Procon divulgou o ranking do cadastro das reclamações fundamentadas em Araçatuba no ano passado. O cadastro reúne todas as reclamações recebidas pelo órgão municipal e monta um ranking com as 10 empresas que tiveram maior número de ocorrências registradas.

Em 2017, a área de serviços essenciais, que compreendem serviços de água, luz, telefonia fixa e celular, ficaram no topo do ranking.

O Procon concentra as reclamações feitas pelos consumidores em determinadas categorias. Além dos serviços essenciais, existem ainda as de Serviços Privados (academias, consultorias, cursos), Produtos (lojas de varejo, trocas, garantias, defeitos), Assuntos Financeiros (bancos, cartões, seguros), Saúde (convênios, hospitais, clínicas), Habitação (imobiliárias, vendas, locações), Setores de Alimentos (supermercados, restaurantes) e Assuntos Diversos, onde figuram todas as outras reclamações que o órgão recebe.

A área de Serviços Essenciais ficou com o maior número de reclamações. Das 141 reclamações que o Procon de Araçatuba registrou em 2017, 52 foram da área de serviços essenciais, o que contribuiu para que ocupassem o topo do ranking como a área mais reclamada. A maior queixa dos consumidores foi contra as operadoras de telefonia celular.

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.399192

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook