Policial militar leva tiro em ocorrência de tráfico de drogas em Araçatuba

Perícia vai apontar se disparo partiu da arma de colega ou de suspeito

Um policial militar de Araçatuba foi submetido a cirurgia após levar um tiro em uma das pernas durante atendimento a ocorrência de tráfico de drogas no residencial Águas Claras. A perícia vai apontar se o disparo que o feriu partiu da arma de outro policial que atuou na ocorrência ou foi feito por um jovem de 19 anos, preso em flagrante com porções de cocaína e de maconha na ocasião.

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia recebeu denúncia de tráfico de drogas em uma residência José Maurício de Souza e encontrou 30 porções de cocaína, 40 de maconha, quatro munições calibre 38 e R$ 490 em dinheiro no imóvel.

Um dos policiais relatou que, durante as buscas, o acusado saiu correndo por um corredor lateral da casa, aparentemente segurando algo que trazia na cintura. Enquanto era acompanhado, o suspeito teria se virado e, ao perceber que ele carregava algo na mão esquerda, o policial efetuou quatro disparos.

APOIO
Na sequência, esse policial percebeu que o companheiro dele de farda foi atingido por um tiro na perna esquerda, na altura da coxa, e caiu. O acusado de tráfico conseguiu escapar, mas o reforço policial já havia sido solicitado e ele foi detido por outra equipe, que chegou para o apoio à ocorrência.

Uma equipe de resgate foi acionada e, após prestar o primeiro atendimento, encaminhou o policial ferido para o pronto-socorro da Santa Casa, onde ele passaria por cirurgia, por isso, não pôde ser ouvido.

PERÍCIA
As armas utilizadas pelos policiais que atuaram na ocorrência foram apreendidas e passarão por perícia. O morador na residência onde ocorreu a ação foi preso em flagrante por tráfico de drogas e posse irregular de munição. Nenhuma arma de fogo foi apreendida com ele.

O delegado que atendeu a ocorrência relatou que, muito embora haja indícios de que o tiro que acertou o policial militar tenha sido efetuado pelo colega de farda, a dúvida será esclarecida durante depoimento da vítima, que deve ser ouvida quando se recuperar.

O resultado das perícias realizadas no local dos fatos, nas armas apreendidas e no exame residuográfico feito no policial que efetuou os disparos e no acusado de tráfico de drogas também devem contribuir para esclarecer o caso. 

A assessoria de imprensa da Santa Casa informou, na manhã desta segunda-feira (13), que o paciente passou por cirurgia para retirada de fragmentos do projétil que o atingiu e se recuperava em um dos quartos do hospital. O quadro clínico era considerado estável.

LEGÍTIMA
O Comando da Polícia Militar em Araçatuba informou, por meio de nota da assessoria de imprensa, que a ação dos policiais militares no residencial Águas Claras foi legítima e resultou na prisão do "criminoso" e apreensão de drogas e dinheiro proveniente do tráfico, além de quatro projéteis de calibre 38. 

A corporação confirma que os policiais militares foram acionados por denúncia de tráfico de drogas e perceberam a fuga de um criminoso de uma residência. "No acompanhamento, visualizaram um objeto nas mãos do meliante, havendo disparos que estão sendo investigados de quais armas partiram", informa a nota.

A PM explica que foi instaurado procedimento apuratório para esclarecer o ocorrido.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.373064