PM prende quinto acusado de atirar em casal de policiais; vítima não corre risco

A Polícia Militar de Araçatuba prendeu, nesta quinta-feira (8), o quinto acusado de participação na tentativa de latrocínio contra um casal de policiais militares, ocorrida na noite de terça-feira (6). Ele teve a prisão temporária decretada na noite anterior e era considerado foragido.

Uma das vítimas é uma policial militar de 44 anos, que levou um tiro na perna e se recupera em um hospital particular da cidade. O caso mais grave é do marido dela, um policial militar de 50 anos, que levou dois tiros na cabeça. 

Um deles atingiu o lado esquerdo do rosto e o projétil ficou alojado no céu da boca. O outro entrou na região abaixo da orelha direita e ficou alojado próximo à coluna cervical. Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, o paciente ainda aguardava por cirurgia para remoção desses projéteis, procedimento que deve ser realizado quando a equipe médica considerar o melhor momento.

"O paciente está orientado, interagindo e com todas as reações normais. Ele tem uma indicação para cirurgia bucomaxilo e também uma intervenção da área de neurocirurgia devido ao projétil na região cervical e outro no rosto. Porém, a equipe médica deixa claro que o projétil na região cervical não está em área que afete qualquer movimento dele. Portanto, o paciente não corre nenhum risco nesse sentido", informa a nota.

CASO
As vítimas tinham acabado de colocar o filho de 11 anos para dormir quando foram surpreendidas por dois assaltantes armados. Eles disseram que sabiam que havia dinheiro na residência e, enquanto um dos ladrões vigiava o casal, o outro começou a vasculhar o imóvel.

Passado algum tempo, ele retornou, dizendo que as vítimas eram policiais, apontou a arma para a cabeça da mulher e disparou três vezes, mas o revólver falhou. O policial entrou em luta corporal com os assaltantes e, durante a briga, foi baleado.

Os bandidos fugiram em seguida, atirando em direção às vítimas. A mulher foi atingida na perna quando tentava sair da casa para pedir socorro. A Polícia Militar foi avisada do crime e socorreu o casal.

BUSCAS
Durante todo o dia, os policiais realizaram patrulhamento para tentar localizar os assaltantes. Ainda pela manhã, foi apreendido um GM Monza, que, segundo testemunhas, foi o carro utilizado pelos bandidos para fugir do local do crime. À tarde, cinco pessoas foram detidas, entre elas um adolescente de 17 anos, e levadas para a delegacia.

Já no início da noite, o juiz da 3ª Vara Criminal de Araçatuba, Emerson Sumariva Júnior, que também é juiz corregedor da polícia, decretou a prisão de cinco acusados. Entre eles, um estava foragido e foi capturado nesta quinta-feira.

PRESOS
Os presos na quarta-feira são um atendente de 28 anos, morador no bairro Concórdia; um operador de máquinas de 24 anos, do Jardim Amizade; um desempregado de 31 anos, morador no residencial Atlântico 2; e um estudante de 18 anos, também do Atlântico 2. Eles foram presos temporariamente por 30 dias.

Na casa do desempregado de 31 anos, a polícia encontrou R$ 1.950 em dinheiro, uma porção de maconha, cinco pinos de cocaína e um caderno com anotações que aparentemente são relativas ao tráfico de drogas. Por isso, ele também foi preso por tráfico de drogas e apresentado ao Fórum para audiência de custódia relativa a esse crime.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.388329