PM faz 2 flagrantes de droga em intervalo de 2 horas em posto de combustíveis

Acusados foram presos e ficaram à disposição da Justiça

Dois flagrantes de tráfico de drogas foram feitos pela Polícia Militar de Araçatuba em um intervalo de duas horas entre o final da noite de terça-feira (9) e início da madrugada desta quarta-feira (10), em um posto de combustíveis da cidade. Duas pessoas foram presas.
 
O primeiro flagrante aconteceu por volta das 22h, tendo como indiciado um desempregado de 24 anos, morador no centro de Rubiácea (SP). Equipe da Força Tática em patrulhamento pela vila Carvalho viu o acusado em um posto de combustíveis no cruzamento da rua Aguapeí com a Bolívia.
 
Como havia denúncia de que o estabelecimento estava sendo usado como ponto de venda de entorpecentes, os policiais abordaram o indiciado e encontraram com ele duas porções de cocaína e dinheiro. Apesar de ter negado ser traficante de drogas, no celular dele havia conversa na qual ele dizia que tinha acabado de vender cinco porções de cocaína e recebido R$ 50,00.
 
Após os policiais lerem a conversa, o acusado confessou que estava comercializando entorpecentes e mostrou onde tinha guardado outras 40 porções da droga.
 
Cerca de duas horas depois, outra equipe patrulhando pelo local surpreendeu dois homens em atitude suspeita no pátio do mesmo posto de combustíveis. Com um desempregado de 30 anos, morador no bairro São Vicente, foram apreendidos dez pinos de cocaína e dinheiro. Com o outro rapaz que estava com ele, um jovem de 23 anos, foi apreendido um pino com o entorpecente.
 
Questionado, ele contou que havia acabado de comprar a droga do primeiro suspeito, pagando R$ 10,00. O desempregado confessou ter vendido o entorpecente ao usuário e disse que o dinheiro apreendido com ele era referente ao comércio de drogas. Ainda de acordo com o acusado, a maioria das negociações é feita pelo celular.
 
Os dois presos nas duas ocorrências foram levados ao plantão policial e após serem ouvidos, ficaram à disposição da Justiça. O homem que disse ter comprado a droga de um dos acusados foi ouvido e liberado.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.383281