Afonso Kamimura recomenda prática da higienização dos olhos

Os perigos do uso descontrolado do colírio

Especialista orienta utilização para casos específicos

Muito se fala da beleza e dos atributos poéticos deles, mas pouco se lembram dos cuidados que devem ter com os olhos. Oscilações no clima, queimadas, a baixa umidade do ar e poluição são alguns fatores que podem causar complicações oftalmológicas. Aquela sensação de areia nos olhos, ardor, queimação e irritação são algumas das reações. 
 
Por tudo isso, é recomendado sempre manter um acompanhamento com o especialista, evitando complicações posteriores e bem mais graves. Em entrevista à Folha da Região, o oftalmologista Afonso Kamimura — formado pela Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto), especializado em oftalmologia pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e com título de especialista pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia e Associação Médica Brasileira — explica como fazer a higienização dos olhos e os cuidados necessários. 
 
Quais cuidados devemos ter com os olhos?
A maior parte das informações que recebemos é transmitida pela visão. Trabalhando em sintonia com o cérebro, os olhos nos permitem experimentar nosso ambiente como nenhum outro órgão é capaz. Para ter uma visão saudável, é importante tomar cuidados como cultivar bons hábitos alimentares, com ingestão de verduras, legumes e frutas; controlar doenças como diabetes, evitar o tabagismo, praticar uma atividade física regularmente, evitar coçar os olhos, higienizar corretamente os olhos, piscar com mais frequência e visitar regularmente seu oftalmologista.
 
Há algum grupo que necessita de um pouco mais de atenção?
Os cuidados com a nossa visão devem ser tomados em todas as idades, mas crianças e idosos são as que necessitam de maior atenção.
 
Oscilações no clima, aumento de queimadas e baixa umidade do ar, esses fatores podem comprometer a saúde dos nossos olhos de que maneira?
Esses fatores podem diminuir a umidade do ar, deixando a superfície ocular mais ressecada e causando sintomas de olho seco, que são: sensação de areia na visão, ardor, queimação, irritação, olhos vermelhos, aversão à luz, visão borrada, lacrimejamento e embaçamento. Oscilações no clima, queimadas e baixa de umidade também podem desencadear reações alérgicas nos olhos.
 
É recomendado que se utilize colírio diariamente?
O uso diário de colírios é recomendado para casos específicos e sob prescrição médica. Por exemplo, para quem tem a síndrome do olho seco, o uso de colírios lubrificantes diário é recomendado. O uso indevido de colírios pode trazer prejuízos a saúde ocular.
 
Quantas vezes ao dia devemos lavar os olhos?
Pelo menos uma vez ao dia, ou sempre que necessitar. 
 
De que maneira deve ser feita essa higienização?
O ideal é limpar a região externa dos olhos com hastes flexíveis umedecidas em solução de limpeza apropriada para esta região. Limpar as pálpebras, os cílios e cantos dos olhos, removendo impurezas e secreções. Na hora do banho, o enxágue seguido de massagens leves na parte externa também é aconselhado.
 
Pessoas que têm algum tipo de patologia ocular, como, miopia e astigmatismo, devem tomar quais cuidados?
Pessoas com patologias oculares devem ter mais cuidados e visitar seu oftalmologista regularmente.
 
É recomendado o uso de acessórios contra os raios solares? Como óculos de sol?
Sim. Óculos de sol não são apenas artigos de moda e estilo. Os óculos solares com proteção contra os raios ultravioletas possuem um papel importante na prevenção de doenças oculares.
 
A exposição ao sol, por muito tempo, pode causar danos à visão?
Sim. A luz solar é a fonte mais significativa de radiação ultravioleta e pode danificar vários tecidos oculares.
 
Que tipos de inflamações pode acometer aos olhos?
A exposição à luz solar de forma inapropriada pode causar inflamações em várias estruturas oculares como: ceratite, que é uma inflamação na córnea; desenvolver pterígio, que é conhecida popularmente como uma “carninha” na superfície ocular; catarata, maculopatia solar e degeneração macular.
 
O ato de piscar mais os olhos pode ajudar?
Sim. O ser humano pisca os olhos, em média, de 15 a 20 vezes por minuto, mas quando estamos prestando atenção em uma leitura de livro ou tela de computador, a frequência das piscadas diminui em até quatro vezes por minuto. O ato de piscar ajuda a lubrificar as córneas, evita o ressecamento dos olhos e outros problemas que acometem a visão como a coceira e irritações.
LINK CURTO: http://folha.fr/1.357184